Buscar no site

Emily Eloá, de 1 ano, e Carmo Gonçalves são as vítimas do acidente entre duas caminhonetes

Acidente foi registrado na estrada vicinal "Fuede Haddad", próximo à Rodovia Raposo Tavares em Palmital

Redação AssisCity

  • 27/06/24
  • 20:00
  • Atualizado há 2 semanas

A criança que morreu no acidente entre duas caminhonetes na tarde desta quinta-feira, dia 27 de junho, na estrada vicinal "Fuede Haddad (PMT-040), na saída da R. 7 de Setembro, em Palmital, próximo à Usina Téreos e à Rod. Raposo Tavares, era Emily Eloá Gonçalves, de 1 ano e 2 meses. A mãe da criança também estava no veículo e foi uma das vítimas que sobreviveu ao acidente. Ela foi socorrida e encaminhada à Santa Casa de Palmital.

Redes Sociais/Divulgação - Emily - FOTO: Redes Sociais/Divulgação
Emily - FOTO: Redes Sociais/Divulgação

O avô da criança, identificado como o comerciante Carmo Norberto Gonçalves, de 60 anos, também estava na caminhonete e estava ao volante quando aconteceu a colisão. Ele também faleceu no local. O avô era da cidade de Andirá (PR) e era pai da mãe da bebê, que é moradora da cidade de Palmital.

VELÓRIO

Carmo Norberto Gonçalves e a bebê Emily Eloá estão sendo velados juntos na cidade de Andirá, no Paraná, na Funerária Seletti. O sepultamento está marcado para às 17h desta sexta-feira, 28 de junho, no Cemitério Municipal de Andirá.

De acordo com informações do JC Online, da cidade de Palmital, a mãe da criança, que sofreu ferimentos leves no acidente, foi liberada do hospital para se despedir da filha e do pai em sua cidade natal, retornando para a Santa Casa de Palmital após os sepultamentos.

Redes Sociais/Divulgação - Carmo Gonçalves - FOTO: Redes Sociais/Divulgação
Carmo Gonçalves - FOTO: Redes Sociais/Divulgação

O ACIDENTE

De acordo com a apuração do Portal AssisCity, um das vítimas ficou presa às ferragens. Na caminhonete S-10, branca, com placas de Palmital, estava uma familia, o avô estava ao volante e a mãe estava no banco de trás com a criança, uma menina. Somente a mãe sobreviveu à colisão.

Até o momento há duas versões dadas por testemunhas que passavam pelo local. A primeira versão relata que o motorista da S10 branca, que veio a óbito, tentou a ultrapassagem e colidiu com a caminhonete prata. Já a segunda versão relata que o motorista da outra caminhonete, uma VW/Amarok prata, estava indo sentido Palmital e, ao tentar ultrapassar, teria batido no veículo onde estava a família. As informações ainda estão sendo apuradas, e somente a investigação da Polícia Civil poderá determinar o que de fato aconteceu. O motorista da caminhonete prata foi socorrido pelo SAMU e sofreu apenas ferimentos leves.

Receba nossas notícias em primeira mão!

Mais lidas
Ver todas as notícias locais