Buscar no site

Polícia Civil: uma história de amor (com Assis) de 104 anos

Uma instituição existente no país praticamente desde seu descobrimento

Por Fernando Nascimento

  • 10/04/23
  • 11:00
  • Atualizado há 46 semanas

No capítulo hoje, contaremos sobre a Polícia Civil em Assis, uma instituição existente no país praticamente desde seu descobrimento. Mergulhe conosco nesta história.

A instituição policial brasileira, segundo documentação existente no Museu Nacional do Rio de Janeiro, data de 1530, quando da chegada de Martin Afonso de Souza. A Polícia brasileira iniciava as suas ações, promovendo Justiça e organizando os serviços de ordem pública, como melhor entendesse nas terras conquistadas do Brasil. A partir de então a Instituição Policial brasileira passou por seguidas reformulações nos anos seguintes. Somente em 1808, com a chegada do príncipe Dom João ao Brasil, a polícia começou a ser estruturada, comandada por um delegado e composta por escrivães e agentes.

Polícia Civil: uma história de amor (com Assis) de 104 anos
Polícia Civil: uma história de amor (com Assis) de 104 anos

Na época, uma das principais funções desta organização era prevenir a ação de espiões europeus e fiscalizar embarcações. A polícia, então, também começou a ser chamada de Civil, como uma forma de diferenciá-la de outras formas de policiamento, por seu caráter investigativo.

A Polícia Civil nasceu junto à Secretaria dos Negócios da Justiça, em 1841, tendo como primeiro chefe de polícia, o Conselheiro Rodrigo Antônio Monteiro de Barros. No ano seguinte, surgiu o cargo de delegado de polícia.

Divulgação - Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

No estado de São Paulo, em 1905, mais precisamente no dia 7 de novembro, o presidente do Estado, Jorge Tibiriçá Piratininga criou a Polícia Civil de Carreira, cabendo ao secretário da Justiça da época, Washington Luís Pereira de Sousa, as primeiras providências para organizá-la. A Polícia paulista foi reestruturada e foram criadas seis classes de Delegados, alguns distritos policiais, entre outros.

O intenso movimento forense de Campos Novos Paulista, em função das demandas de terras nas regiões próximas de Assis contribui para a transferência da Comarca para esta cidade, instalada em 15 de março de 1919. Em função disso, também começa a funcionar a primeira delegacia de Polícia.

Atualmente, a Delegacia Seccional de Polícia de Assis abrange, além daqui, mais doze cidades: Campos Novos Paulista, Cândido Mota, Cruzália, Florínea, Ibirarema, Lutécia, Maracaí, Palmital, Paraguaçu Paulista, Pedrinhas Paulista, Platina e Tarumã.

Somente na cidade de Assis são 8 unidades sendo 4 Distritos Policiais (1º, 2º, 3º e 4º DP), mais 3 unidades especializadas (DIG, DISE e DDM), a Delegacia Seccional de Polícia de Assis que atua na área administrativa e o Plantão Policial que funciona no período de 24 horas, se dividindo das 08hs às 18hs, de segunda a sexta, na Central de Polícia Judiciária localizada na Av. Otto Ribeiro, e das 18hs às 08hs, de segunda a sexta, sábados, domingos e feriados, no Plantão Policial, localizado à Rua Armando do Amaral. A seccional conta com a quantidade de 116 funcionários, sendo 56 atuando na cidade de Assis. (8 delegados).

A Polícia Civil é responsável pela investigação de crimes e sua autoria, elaboração de Boletins de Ocorrência de qualquer natureza, expedição de cédula de identidade, de atestado de antecedentes criminais e de residência, bem como de registro de porte de arma de fogo e de alvarás de produtos controlados, entre outros.

Divulgação - CPJ Assis - Foto: Divulgação
CPJ Assis - Foto: Divulgação

Nossa segurança passa pelas mãos desse pessoal. Nossa gratidão à Polícia Civil de Assis.

Você tem alguma história com a Polícia Civil?

Receba nossas notícias em primeira mão!

Mais lidas
Ver todas as notícias locais
Colunistas Blog Podcast
Ver todos os artigos