Buscar no site

Duas meninas morrem em acidente entre trem e ônibus escolar da Apae em Jandaia do Sul

De acordo com a corporação, ônibus transportava alunos na hora da batida. O veículo foi lançado cerca de 40 metros por causa do impacto

Divulgação G1

  • 10/03/23
  • 09:00
  • Atualizado há 71 semanas

Um acidente entre um trem e um ônibus escolar deixou duas meninas mortas no final da manhã desta quinta-feira (9), em Jandaia do Sul, norte do Paraná. A informação foi confirmada pelo Corpo de Bombeiros.

Segundo a corporação, o ônibus pertence à Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (Apae) e transportava estudantes da instituição.

O capitão Wallacy Xavier de Souza de Araújo, do Corpo de Bombeiros, informou que as crianças morreram no local. As idades ainda não foram divulgadas.

"Não tivemos muito o que fazer. Outras seis vítimas, entre elas uma professora, foram encaminhadas em estado grave para hospitais da região", disse o oficial em entrevista à RPC.

Peritos do Instituto de Criminalística estiveram no local para analisar as circunstâncias do acidente e a velocidade desempenhada pelos veículos.

Em depoimento à Polícia Civil, o motorista informou que não percebeu o trem se aproximando.

Foto: Rodrigo Grando/RPC - Em depoimento à Polícia Civil, o motorista informou que não percebeu o trem se aproximando - Foto: Rodrigo Grando/RPC
Em depoimento à Polícia Civil, o motorista informou que não percebeu o trem se aproximando - Foto: Rodrigo Grando/RPC

"Ele confirmou que não viu o trem se aproximando, e sequer ouviu barulho, mesmo após um carro ter parado do outro lado da rua. Como prestou socorro, foi liberado, o que inclusive está previsto pelo Código de Trânsito Brasileiro (CTB)", disse ao g1 o delegado Carlos Diego Paravidino.

Conforme a Secretaria de Estado da Saúde (Sesa), 29 pessoas seguiam no ônibus, sendo três monitores, o motorista e 25 crianças.

Com a batida, o veículo foi arrastado por cerca de 30 metros. Os estudantes voltavam para casa quando o ônibus foi atingido pelo trem.

O Governo do Paraná decretou luto oficial de três dias pelo acidente, que aconteceu na Rua Presidente Kennedy, no bairro Vila Rica, zona urbana de Jandaia do Sul.

"A comunidade escolar paranaense está em luto com esse grave acidente em Jandaia do Sul. Que Deus conforte as famílias das meninas e que os demais logo se recuperem desse acidente. O Governo do Paraná vai fazer o que estiver ao seu alcance para ajudar essas pessoas", declarou, em nota, o governador em exercício, Darci Piana.

Maquinista diz que acionou buzina

Em nota, a Rumo Logística, concessionária da linha férrea onde ocorreu o acidente, informou que "o maquinista do trem acionou a buzina para alertar sobre a travessia do trem, bem como acionou os freios quando foi surpreendido pelo veículo".

De acordo com a Rumo, "por ser uma composição de carga de grande escala, o trem pode levar até 500 metros para conseguir parar por completo após o acionamento do freio".

Divulgação - Helicóptero do Samu de Maringá (PR) auxilia socorro de vítimas em acidente entre trem e ônibus escolar — Foto: Rodrigo Grando/RPC
Helicóptero do Samu de Maringá (PR) auxilia socorro de vítimas em acidente entre trem e ônibus escolar — Foto: Rodrigo Grando/RPC

A empresa informou que "lamenta profundamente o acidente e que está à disposição das autoridades policiais para contribuir com todas as informações necessárias".

Receba nossas notícias em primeira mão!

Mais lidas
Ver todas as notícias locais
Colunistas Blog Podcast
Ver todos os artigos