Buscar no site

As perspectivas em sustentabilidade no Brasil no governo Lula

COLUNISTA - Elisa Barbosa

Elisa Barbosa

  • 17/01/23
  • 15:00
  • Atualizado há 70 semanas

Desde a eleição do presidente Lula da Silva em 2002, o Brasil deu grandes passos em direção à sustentabilidade. A administração de Lula colocou grande ênfase na proteção ambiental, energia verde e recursos renováveis, e o país obteve resultados positivos em seus esforços para reduzir a poluição do ar e preservar seus recursos.

Nos últimos anos, o Brasil tem investido fortemente em fontes renováveis de energia, como solar, eólica e hidrelétrica. O país também busca reduzir sua dependência de combustíveis fósseis e está incentivando o desenvolvimento de biocombustíveis e outras fontes alternativas de energia. Isso levou a uma redução significativa nas emissões de carbono, ajudando a retardar os efeitos do aquecimento global.

Divulgação - Colunista Elisa Barbosa - Foto: Divulgação
Colunista Elisa Barbosa - Foto: Divulgação

O governo brasileiro também promulgou várias leis e regulamentos para proteger o meio ambiente, como aumentar as multas por danos ambientais, promover práticas florestais sustentáveis e introduzir incentivos para o desenvolvimento de energia renovável. Além disso, o governo implementou vários programas para incentivar o desenvolvimento sustentável, como melhorar a infraestrutura e promover a construção ecológica.

No geral, o Brasil está dando grandes passos em direção à sustentabilidade sob a liderança do presidente Lula da Silva, diferentemente do que aconteceu nos últimos quatro anos. Na COP 27, o país se comprometeu com recursos renováveis, energia verde e proteção ambiental. Com apoio e investimento contínuos, é provável que o Brasil volte a ser uma das maiores referências mundiais quando se fala de políticas de proteção ao meio ambiente.

Receba nossas notícias em primeira mão!

Veja também
Colunistas Blog Podcast
Ver todos os artigos