Buscar no site

Desenrolada - A História nunca contada

Magali Nascimento

  • 22/03/23
  • 12:00
  • Atualizado há 49 semanas

Reza a lenda que, em certa ocasião, Cinderela foi passar alguns dias no palácio de sua amiga Rapunzel. Flynn havia viajado para visitar algumas províncias do Reino.

Enfim, o tão aguardado momento só para meninas. Desde o início da pandemia, seus encontros foram apenas virtuais. Chega de Zoom, Teams ou Skype, era hora de colocar o papo em dia, presencialmente. E, havia muito papo! Afinal, isso é uma das coisas que nós, mulheres, mais sabemos e gostamos de fazer.

Cindy estava eufórica, viajar sozinha era uma experiência um tanto incomum. E, além disso, ela queria estrear sua abóbora zero-quilômetro que ganhara do Rei há alguns dias, sem ouvir pitacos de como dirigia.

"É estranho homens acharem que dirigem melhor do que nós", pensava ela durante o trajeto. "Eles usam apenas aquelas botas grandes e desconfortáveis. Nada como um meu Adidas de cristal para relaxar meus lindos e bem cuidados pezinhos de princesa, quer dizer, rainha", falava sozinha.

Ao chegar ao Palácio, uma certa decepção tomou conta de seu pensamento: Rapunzel estava nervosa, quase histérica, dando patadas e mais patadas na criadagem. O motivo: dores nos pés e pernas.

_ Amiga, porque essa vibe negativa? O que está acontecendo afinal?

_ Cindy, as dores nos meus pés não me dão trégua. Parece que tem uma agulha em meus calcanhares. Os joelhos também doem muito. Sem contar que meus calçados estão ficando horríveis, tortos e deformados.

Cinderela caiu na besteira de dizer: _ Pode ser problema do peso

_ O que você está insinuando, sua louca? Me chamando de gorda? Tudo bem que exagerei um pouco durante a pandemia mas, me ofender assim é revoltante, eu deveria…

_ Calma amiga, relaxe e me deixe explicar. Estou falando de suas madeixas. Fica tranquila, você continua linda e magérrima como sempre! (por incrível que possa parecer, isso era uma fala verdadeira, sem falsidade rs).

Rapunzel caiu no choro (talvez estivesse com TPM).

_ Desculpe, amiga, estou nervosa, estressada, com vontade de um chocolate, e com muita dor. Sem sapatos para usar. Não sei mais o que fazer, brigo com todo mundo ultimamente.

_ Calma amiga, vou te ajudar…

Uma mensagem no zap e, alguns segundos depois: pá, como num passe de mágica, surge a fada-podóloga na portaria (conto-de-fadas, posso inventar qualquer coisa).

Equipamentos a postos, a fada fez uma bela sessão de podoprofilaxia, deu um trato nos calos e identificou o problema: Rapunzel pisava pra dentro, ou seja, tinha pisada pronada. Seus cabelos pesavam muito, e forçavam seus pés e joelhos.

Aplicação de kinesio tape e indicação de palmilhas fabricadas especialmente para Rapunzel, ajudaram a resolver seu problema. Ela se desenrolou das dores nos pés e pernas e viveu feliz para sempre, sem precisar cortar os cabelos. Ponto para a fada-podóloga!

Fim

Ok, eu sei que você deve estar pensando que forcei a barra e, sim, forcei mesmo, mas consegui chamar sua atenção.

Não existem fórmulas mágicas ou milagrosas. É importante identificar problemas nos pés, e passar pelo tratamento adequado, que será, sempre, individualizado. É possível, também, que leve um tempo para ser revolvido. Mas, posso garantir que, se todos os procedimentos forem feitos corretamente, e se o paciente seguir o tratamento à risca, problemas nos pés têm cura.

É claro, uma podóloga especializada, que não é fada, nem bruxa, lhe ajudará. Mas não procure profissionais errados senão, o feitiço poderá virar contra você.

Brincadeiras à parte, cuide-se, você só terá benefícios.

Beijo, e até à próxima semana.

Receba nossas notícias em primeira mão!

Veja também
Colunistas Blog Podcast
Ver todos os artigos