Buscar no site

Ginecologista de Assis explica por que as cólicas menstruais se intensificam no frio

Camila Andrade, detalha os impactos do clima frio nas dores menstruais e oferece orientações para aliviar o desconforto

Redação AssisCity

  • 10/06/24
  • 10:00
  • Atualizado há 1 semana

Com o inverno se aproximando, muitas mulheres enfrentam não apenas o desafio das baixas temperaturas, mas também o agravamento das cólicas menstruais. Conversamos com a ginecologista Camila Andrade para entender melhor essa relação e descobrir como lidar com o desconforto.

"O frio pode intensificar as cólicas menstruais de diversas maneiras", explica a Dra. Camila. "Uma delas é através da contração muscular acentuada. As baixas temperaturas podem levar a uma maior contração dos músculos do útero, prolongando e intensificando as dores."

"A sensibilidade ao ambiente também desempenha um papel importante", continua a especialista. "Com o frio, as terminações nervosas ficam mais sensíveis, tornando a dor das cólicas mais perceptível e incômoda para muitas mulheres."

Reprodução/Arquivo Pessoal - Camila Andrade é médica ginecologista em Assis - Foto: Reprodução/Arquivo Pessoal
Camila Andrade é médica ginecologista em Assis - Foto: Reprodução/Arquivo Pessoal

Quando perguntada sobre a resposta vascular, a Dra. Camila esclarece: "O frio pode afetar o fluxo sanguíneo para a região pélvica, contribuindo para o desconforto e a sensação de pressão durante o período menstrual."

Estratégias para aliviar o desconforto

"A aplicação de calor localizado na região abdominal é uma das maneiras mais eficazes de aliviar as cólicas menstruais no frio", sugere a Dra. Camila. "Bolsas de água quente, compressas ou até mesmo uma garrafa de água morna podem proporcionar alívio imediato."

Além disso, a ginecologista enfatiza a importância de manter-se aquecida: "Vestir-se adequadamente para o clima frio pode ajudar a minimizar a intensidade das cólicas. Manter o corpo aquecido reduzirá a resposta dos músculos uterinos ao frio."

"Para aquelas que necessitam de medicação para alívio da dor, analgésicos de venda livre, como ibuprofeno ou paracetamol, podem ser uma opção", aconselha a Dra. Camila. "No entanto, é fundamental seguir as instruções do fabricante e consultar um médico em caso de dúvidas ou preocupações."

Buscando qualidade de vida

"A prática de técnicas de relaxamento, como meditação, respiração profunda ou yoga, pode ajudar a reduzir a intensidade das cólicas menstruais, proporcionando alívio físico e emocional", destaca a especialista.

"Manter-se hidratada durante todo o ciclo menstrual também é essencial", acrescenta a Dra. Camila. "Beber bastante água pode ajudar a reduzir a retenção de líquidos e minimizar o inchaço, contribuindo indiretamente para o alívio das cólicas."

Serviço:

Avenida Professor José Bolfarini, 396 - Jardim Paulista

Telefone: (18) 3323-4302

Receba nossas notícias em primeira mão!

Colunistas Blog Podcast
Ver todos os artigos