Buscar no site

CART alerta para aumento no número de acidentes com tombamento de moto em rodovias

Levantamento aponta Redução de 26,09% no registro de tombamentos, entre janeiro e julho

Assessoria de Imprensa

  • 03/08/23
  • 13:00
  • Atualizado há 46 semanas

Na semana em que é comemorado o Dia do Motociclista (27 de julho), a CART Concessionária de Rodovias alerta para dados sobre o número de acidentes com tombamento de motocicletas nas rodovias administradas pela Concessionária.

Ao longo de 2023, o registro total de tombamentos reduziu aproximadamente 26,09% em relação ao ano anterior, de 46 para 34 acidentes, entre janeiro e julho.

Com oito ocorrências, Presidente Prudente é a cidade que mais registra ocorrências deste tipo, seguida de Assis, com 5 registros. Em 2022, Presidente Prudente também liderou o topo do ranking, com 12 acidentes, seguida de Álvares Machado e Regente Freijó, com seis e cinco casos, respectivamente.

Ao analisar o número de tombamentos de moto por rodovia, a SP-270 - Rodovia Raposo Tavares registrou, neste ano, 37 ocorrências, contra 28 no ano passado. Em seguida, com quatro acidentes, vem a Orlando Quagliato, que registrou um caso em 2022 no mesmo período.

Dos tombamentos registrados de janeiro a julho deste ano, 30 tiveram vítimas, com 2 casos de vítima fatal. No ano anterior, foram 39 acidentes com vítimas e 1 caso com vítima fatal.

Segurança

Para uma viagem tranquila, a CART recomenda aos motociclistas simples condutas que podem fazer a diferença em uma condição adversa. Entre as práticas imprudentes recorrentes verificadas no trecho rodoviário, identificadas pela Concessionária e o Policiamento Rodoviário, estão o excesso de velocidade, a ausência de manutenção preventiva e corretiva nos itens de segurança, como pneus, freio e sinalização; e ultrapassagem perigosa.

Inicialmente, ao sair para a rodovia, o condutor deve atentar-se à calibragem dos pneus, condições do freio, farol e pisca-alerta. No ciclo rodoviário, um momento crucial para a segurança é a prudência no ingresso à pista pela alça de acesso. Dar a preferência para o trânsito antes de entrar e sinalizar a manobra são imprescindíveis.

Na faixa de rolamento, o respeito ao limite de velocidade, no perímetro de Prudente indicado por 90 km/h, é outro fator importante. Ultrapassagens somente na faixa da esquerda e a uma distância segura entre os veículos.

A prática do "ver e ser visto", que o próprio Contran já adotou em campanhas de educação no trânsito, é outra tática que faz toda a diferença na hora de pegar a rodovia sobre duas rodas. Usar refletivos no capacete, manter farol e lanterna traseira acesos, mesmo durante o dia, são práticas recomendadas.

Regularmente, a CART e o Policiamento Rodoviário fazem estas orientações aos motociclistas nas operações "Cavalo de Aço". "São iniciativas do Programa CART Pela Vida, que contribuem com um trânsito mais seguro a partir da conscientização destes motociclistas. O hábito diário de utilizar o trecho muitas vezes leva a um excesso de confiança que pode ser prejudicial, por isso a reciclagem quanto aos quesitos da direção defensiva são presentes no corredor Raposo Tavares", conclui Marcos Lanuti, coordenador de Operações da CART.

Receba nossas notícias em primeira mão!

Colunistas Blog Podcast
Ver todos os artigos