Buscar no site

CEFOR Assis: Nossa escola de auxiliar de enfermagem

A Secretaria Estadual de Saúde de São Paulo criou a Escola de Auxiliar de Enfermagem em 1962, através de um projeto de lei proposto pelo então Deputado Estadual Zeca Santilli.

Fernando Nascimento

  • 22/06/23
  • 11:00
  • Atualizado há 47 semanas

110/118

Série 118 anos de Assis

O capítulo de hoje será sobre um local que formou milhares de profissionais de saúde para Assis e região. A Escola de Auxiliar de Enfermagem de Assis, que é uma das únicas do gênero em todo o estado de São Paulo. O texto de hoje foi baseado no livro "Saúde Assis, História e Memória", de Luiz Carlos de Barros e Júlio César de Mattos.

Durante a Revolução de 1932, os soldados adoentados da região eram atendidos aqui, por jovens e senhoras da cidade que recebiam noções de enfermagem das Irmãs de Caridade de São Vicente de Paulo. Era o embrião da escola que viria a ser criada na década de 60.

A Secretaria Estadual de Saúde de São Paulo criou a Escola de Auxiliar de Enfermagem em 1962, através de um projeto de lei proposto pelo então Deputado Estadual Zeca Santilli. A instalação ocorreu três anos depois, em 1965. A antiga escola Irmã Jardim, onde hoje está edificado o Hospital Regional, cedido pelas irmãs. A primeira turma formou-se em 1967.

divulgação - 1ª Formatura da Escola de Enfermagem de Assis - Foto: Divulgação
1ª Formatura da Escola de Enfermagem de Assis - Foto: Divulgação

Nos anos 70, a escola passou a funcionar na Rua Carlos Gomes, onde funciona até os dias atuais. as primeira diretora era a enfermeira e pedagoga Irmã Lacy do Nascimento, e haviam duas enfermeiras: Helena Matiusso e Audelice Souza Pinto, que assumiu a direção em 1986, por onde permaneceu até 1996. Sob sua gestão, foram contratadas seis novas enfermeiras.

divulgação - Irmã Lacy - Foto: Divulgação
Irmã Lacy - Foto: Divulgação

Também na década de 80, a Secretaria Estadual de Saúde resolveu formar profissionais em nível médio e, para tal, criou classes descentralizadas, para atendimento de uma parcela maior de alunos no estado. Assis foi uma das pioneiras do projeto, com salas espalhadas por todo o centro-oeste paulista. Já se formaram auxiliares de enfermagem, técnicos de enfermagem, auxiliares de consultório dentário e agentes comunitários de saúde que, de posse dos certificados, já podem atuar no mercado de trabalho imediatamente.

Os cursos são gratuitos, com aulas teóricas e estágios, com diretores, coordenadores e professores com formação superior, que participam constantemente de capacitações promovidas pela Secretaria.

São mantidos convênios com a Secretaria Municipal de Saúde, Secretaria Municipal de Educação e Ministério da Saúde.

Atualmente, a escola funciona como CEFOR - Centro Formador de Pessoal para a Saúde de São Paulo. Atende 215 Municípios, das diretorias de Saúde de Araçatuba, Bauru, Marília e Presidente Prudente. O diretor atual é Iorrani Bispo dos Santos.

divulgação - CEFOR Assis: Nossa escola de auxiliar de enfermagem
CEFOR Assis: Nossa escola de auxiliar de enfermagem

A Escola de Auxiliar de Enfermagem de Assis é mais uma demonstração do protagonismo de nossa cidade. Algo que precisamos, sempre, nos lembrar e resgatar, a fim de que continuemos a crescer e ser vanguarda na região e no estado.

Formar pessoas para atender pessoas. Com excelência e respeito. Este tem sido o trabalho da Escola de Auxiliar de Enfermagem de Assis há 58 anos.

Receba nossas notícias em primeira mão!