02 de Fevereiro de 2023
20º/30º
Notícias - Local

CIVAP anuncia 1° Usina de Geração de Energia Elétrica do Brasil a partir de resíduos sólidos

Lançamento da Pedra Fundamental foi realizado em cerimônia nesta segunda-feira

O Consórcio Municipal do Vale do Paranapanema (CIVAP) fez o lançamento da Pedra Fundamental da Usina de Geração de Energia Elétrica a partir de resíduos sólidos, na tarde desta segunda-feira, 5 de dezembro, em Assis.

O atual presidente do CIVAP e prefeito de Tarumã, Oscar Gozzi, explicou em entrevista ao Portal AssisCity que este é um sonho antigo do consórcio, poder encontrar uma solução para os resíduos sólidos urbanos.

"Há 20 anos discutimos alternativas de transformar esses resíduos em calor, gás e energia, há 10 anos tivemos um avanço e agora há 3 anos tivemos o resgate da ideia e podemos enfim, coloca-la em prática", destacou Gozzi.

divulgação - Diretora executiva Ida Françoso, repesentantes da Carbogás Energia e Oscar Gozzi, atual presidente do CIVAP - Foto: AssisCity
Diretora executiva Ida Françoso, repesentantes da Carbogás Energia e Oscar Gozzi, atual presidente do CIVAP - Foto: AssisCity


A empresa chamada 'Bal-CIVAP' vai atuar na gaseificação do lixo gerando energia que também vai gerar emissão de crédito de carbono. "A usina em pleno funcionamento produzirá cerca de 1.000 toneladas ano de crédito de carbono, o que vale aproximadamente 25 mil dólares, que retornarão para o consócio e poderá ser convertido em projetos ambientais", destacou.

O projeto

Luciano Reis Infiesta, presidente da Carbogás Energia, empresa executora do projeto e detentora da patente, explicou aos prefeitos presentes na cerimônia a forma com que o lixo sairá das cidades e retornará como energia.

"Serão inicialmente 14 municípios comtemplados com o projeto, sendo que o lixo de cerca de 150 mil casas, serão usados para abastecer a usina. O lixo será coletado porta a porta, indo diretamente para usina, onde passará por um processo de trituração e separação", destacou.

divulgação - Lançamento da Pedra Fundamental da Usina de Geração de Energia Elétrica - Foto: AssisCity
Lançamento da Pedra Fundamental da Usina de Geração de Energia Elétrica - Foto: AssisCity


As cidades atendidas inicialmente pelo projeto serão Assis, Cândido Mota, Tarumã, Paraguaçu Paulista, Florínea, Santa Cruz do Rio Pardo, Ourinhos, Ibirarema, Echaporã, Oscar Bressane, Lutécia, Pedrinhas Paulistas e a Palmital.

"Além de aproveitarmos a parte inorgânica, também aproveitaremos a orgânica, através desse processo, no final, teremos um ativo chamado Combustível Derivado de Resíduos (CDR), completamente homogêneo, que entrará em reato, com altas temperaturas, criando um craqueamento das moléculas", explicou Luciano.

Por fim, a menor molécula de um CDR é um gás e esse gás será colocado na caldeira, virando vapor e energia elétrica.

divulgação - Autoridades presentes em cerimônia do CIVAP - Foto: AssisCity
Autoridades presentes em cerimônia do CIVAP - Foto: AssisCity


Outro ponto positivo da nova usina será que ela evitará o descarte anual de quase 94 mil toneladas de resíduos em aterros sanitários.

De acordo com a concessionária BAL-CIVAP, responsável pelo projeto, as cinzas geradas pela transformação do combustível derivado dos resíduos em gás são inócuas ao meio ambiente, podendo ser reaproveitadas para fazer massa asfáltica e tijolos.



O Prefeito José Fernandes, da cidade de Assis, enalteceu o trabalho realizado pelo CIVAP, nas ações voltadas ao meio ambiente. "Nós como gestores vivenciamos e nos preocupamos com os resíduos urbanos e após anos de estudo, hoje estamos caminhando rumo a algo inovador, e é um orgulho fazer parte desse projeto", destacou.

divulgação - Prefeito de Assis, José Fernandes, secretário de obras, Fábio Nossack e secretária de meio ambiente, Ana Paula Rodrigues - Foto: AssisCity
Prefeito de Assis, José Fernandes, secretário de obras, Fábio Nossack e secretária de meio ambiente, Ana Paula Rodrigues - Foto: AssisCity


Assis será a cidade sede da usina, e a estimativa é que as obras sejam finalizadas entre 15 a 18 meses, numa área de 15 mil m² a capacidade seja para o recebimento de 300 toneladas de lixo/dia e geração de 144 MW/dia, o suficiente para atender a demanda energética de quase 30 mil residências por ano.

A Diretora Executiva do CIVAP, Ida Françoso, falou sobre a importância do projeto e do processo até o lançamento da Pedra Fundamental. "Isso só foi possível porque as prefeituras e as empresas parceiras sempre acreditaram em nosso trabalho, e hoje podemos entregar um sonho vivido por muitos", destacou.
Redação AssisCity
Receba em primeira mao nossas noticias!
Participe de nossos grupos:
+ VEJA TAMBEM