Buscar no site

Denúncias de descarte irregular de lixo preocupam moradores em diferentes regiões de Assis

Locais servem de criadouros de cobras, escorpiões e outros insetos e animais peçonhentos

Redação AssisCity

  • 24/03/23
  • 16:00
  • Atualizado há 48 semanas

Moradores de três bairros de Assis estão preocupados com o descarte irregular de lixo em suas localidades. Em um dos casos, a rua Professora Dona Candinha, no bairro Tênis Clube, a moradora Cristina denunciou um terreno que está servindo de depósito de lixo, atraindo animais como baratas, ratos, aranhas e escorpiões. Segundo Cristina, as autoridades já foram acionadas, mas a população continua fazendo o descarte.

Outra moradora, Francine, registrou o segundo caso na Rua Um, no bairro MariAlves, e afirmou que a situação está crítica, com mato invadindo a rua e aparecimento de cobras e escorpiões. "A gente que tem criança não descansa, porque esses bichos podem picar e algo pior acontecer", desabafou.

divulgação - Escorpião encontrado na Rua Um, no bairro MariAlves - Foto: Divulgação
Escorpião encontrado na Rua Um, no bairro MariAlves - Foto: Divulgação

divulgação - Terreno na Rua Professora Dona Candinha, no bairro Tênis Clube - Foto: Divulgação
Terreno na Rua Professora Dona Candinha, no bairro Tênis Clube - Foto: Divulgação

Já o terceiro caso acontece em um terreno aberto localizado na Rua Raimundo Rocha dos Santos, no Jardim Eldorado. A moradora, que preferiu não se identificar, alegou que o local está servindo de depósito de lixo e entulho, além de ter mato alto. Ela também já acionou as autoridades, mas a situação continua insuportável.

divulgação - Terreno na Rua Raimundo Rocha dos Santos, no Jardim Eldorado - Foto: Divulgação
Terreno na Rua Raimundo Rocha dos Santos, no Jardim Eldorado - Foto: Divulgação

A Secretária de Meio Ambiente, Ana Paula Rodrigues, ressaltou que o descarte irregular de lixo é proibido por lei e pede a colaboração da população para que denunciem os casos e evitem o descarte incorreto.

Além disso, a Secretaria de Meio Ambiente está atuando na fiscalização e na limpeza das áreas afetadas. "Todas as demandas são encaminhadas para a nossa equipe, se os terrenos são particulares fazemos a notificação e de último caso autuamos o proprietário, nas áreas públicas realizamos a limpeza de acordo com o cronograma da secretaria, nos colocamos à disposição para a população e pedimos conscientização na hora dos descartes", finalizou Ana Paula.

Receba nossas notícias em primeira mão!

Mais lidas
Ver todas as notícias locais
Colunistas Blog Podcast
Ver todos os artigos