Buscar no site

Escola Estadual Dona Carolina Francini Burali: formando pessoas melhores para a sociedade

A proposta da escola é um espaço de comunicação de diversos saberes e de respeito, através da interação constante com a comunidade.

Fernando Nascimento

  • 07/06/23
  • 16:00
  • Atualizado há 50 semanas

95/118

Série dos 118 anos de Assis

Mais uma tradicional escola estadual de nossa cidade terá um pouco de sua história de amor contada em nosso especial. A Vila Palhares e região sendo representadas. Hoje, falaremos da Carolina Burali, que fica na Rua Santa Cruz, em Assis.

Fundada em 1959, pelo Decreto 17698, em 1976, através de uma resolução da época, o Grupo Escolar e o Ginásio Estadual existentes foram fundidos, e constituíram a Escola estadual Dona Carolina Francini Burali, em homenagem à mãe do doador do terreno, uma mulher que muito contribuiu para a educação em nossa cidade.

A proposta da escola é um espaço de comunicação de diversos saberes e de respeito, através da interação constante com a comunidade. Seu foco é levar os alunos a adquirir competências e habilidades de escrita, leitura e interpretação, tendo como norteador o Currículo do Estado de São Paulo.

divulgação - Dona Carolina Francini Burali
Dona Carolina Francini Burali

A Escola acredita que sua função é ser um núcleo formador de jovens, e prima pela excelência acadêmica, apoio integral aos seus projetos de vida e aprimoramento pessoal, formação ética e desenvolvimento de autonomia intelectual e pensamento crítico.

Conta com laboratórios, onde professores desenvolvem atividades relacionadas às ciências da natureza, robótica e matemática, Também conta com uma biblioteca com um acervo variado, laboratório de informática e quadra poliesportiva coberta. Seu Grêmio Estudantil é ativo, e eleito anualmente, possibilitando aos alunos defenderem seus direitos e aprenderem, na prática, conceitos de ética e cidadania.

Em 2005, a Unidade Escolar aderiu ao ETI (Escola de Tempo Integral) para o Ensino Fundamental, despertando o interesse de pais de alunos de diversos pontos da cidade para matricularem seus filhos. Em 2014, o programa foi estendido para o Ensino Médio. Pode-se observar que tais mudanças despertaram as crianças e jovens para serem mais participativos, autônomos e conscientes de seu futuro.

divulgação

O resultado educacional da escola tem apresentado índices maiores que a média do estado e da diretoria de ensino. Caso, por exemplo, do IDESP, inclusive com o alcance das metas propostas em vários anos. As metas para o IDEB (Avaliação Federal) até 2030 já foram alcançadas antes do prazo proposto.

Segundo a Direção da escola, que gentilmente nos forneceu as informações do texto de hoje, fazer com que seus 399 alunos desenvolvam habilidades e competências cognitivas e sociais, não apenas melhorará suas notas, mas os preparará para participarem do mundo. "Trabalhar para desenvolver um ser autônomo, solidário e competente", é o norteador de todos os colaboradores de lá.

Sempre lembrando que muitos ilustres assisenses (inclusive minha esposa), passaram pelas carteiras da escola nestes 64 anos.

Um bom roteiro para uma história de amor.

Qual é a sua história com a Carolina Burali?

Receba nossas notícias em primeira mão!

Colunistas Blog Podcast
Ver todos os artigos