Buscar no site

Ex-namorado é preso pela Polícia Civil de Maracaí suspeito de assassinar jovem com facão

O jovem, de 21 anos, ex-namorado de Ana Carolina, foi preso na tarde desta segunda-feira, dia 4, e será indiciado por feminicídio

Redação AssisCity

  • 04/03/24
  • 17:00
  • Atualizado há 11 semanas

A Polícia Civil de Maracaí prendeu na tarde desta segunda-feira, dia 4 de março, o ex-namorado de Ana Carolina Martins, de 28 anos, suspeito de assassinar a jovem com um facão. O crime aconteceu na madrugada deste domingo, dia 3, às 3h da manhã, na residência da vítima.

J.H.M, de 21 anos, foi preso temporariamente após investigação da Polícia Civil, que o considerou o principal suspeito do crime. Segundo o boletim de ocorrência, ele foi a última pessoa a ver Ana Carolina com vida.

Divulgação/Arquivo Pessoal - Ana Carolina Martins, 28 anos - Foto: Divulgação
Ana Carolina Martins, 28 anos - Foto: Divulgação

O jovem também afirmou ter tentado entrar em contato com Ana Carolina pelo WhatsApp e, achando estranho o sumiço da moça, decidiu voltar até sua casa. Foi quando a encontrou morta no quintal, com o facão cravado em sua cabeça.

Leia também: Vizinhos ouviram pedido de socorro na noite em que Ana Carolina Martins foi assassinada

O ex-namorado ainda trocou de roupa antes de voltar à casa da vítima, o que levantou suspeitas da Polícia Civil. Em uma busca realizada na residência do rapaz, nada relacionado ao crime foi encontrado.

Redes Sociais/Reprodução - Mulher é encontrada morta com um facão na cabeça em Maracaí - FOTO: Redes Sociais/Reprodução
Mulher é encontrada morta com um facão na cabeça em Maracaí - FOTO: Redes Sociais/Reprodução

O suspeito também alegou que o término com Ana Carolina se deu após uma traição da vítima. A equipe da Polícia Civil localizou o rapaz com quem a vítima teria traído o ex, mas não encontrou nenhuma ligação com o crime.

A prisão do ex-namorado foi realizada na tarde desta segunda-feira, sendo encaminhado para a Cadeia Pública de Lutécia, onde aguardará audiência de custódia. Ele será indiciado por feminicídio, crime hediondo que não prevê fiança.

Receba nossas notícias em primeira mão!