Buscar no site

Infectologista Cilas Tavares morre aos 61 anos, vítima do Câncer

Médico atuou por anos na cidade de Assis e região

Redação AssisCity

  • 29/10/23
  • 13:00
  • Atualizado há 33 semanas

Na manhã deste domingo, 29 de outubro, o médico infectologista Cilas Tavares morreu, após uma batalha de 4 anos contra um Câncer. O médico havia acabado de completar 61 anos, no dia 23 de outubro.

Segundo o irmão, Ciro, o médico morreu em sua casa, em suporte paliativo.

"É difícil, mas meu irmão gêmeo foi um grande homem, pai dedicado, excelente marido e excepcional médico! E recentemente também excelente professor da Fema, no curso de Medicina! Não posso deixar de falar na excelente condução da nossa Unimed, hoje uma instituição forte graças ao seu desempenho em várias gestões da Unimed de Assis! É uma grande perda pessoal, como irmão, amigo e profissional!!!", disse Ciro.

Divulgação - Cilas Tavares Costa, 61 anos - Foto: Divulgação
Cilas Tavares Costa, 61 anos - Foto: Divulgação

Dr. Cilas era muito conhecido em Assis e em toda a região, foi presidente da Unimed Assis e diretor do Hospital Regional, além de ser professor da Fundação Educacional do Município de Assis (FEMA).

Pacientes, amigos e familiares prestaram suas homenagens nas redes sociais, demonstrando a gratidão ao trabalho feito pela saúde da cidade e da região.

Padre Neto, do Santuário Nossa Senhora das Graças, deixou sua homenagem ao médico. "Foi um grande profissional e ser humano, bondoso e um precursor no tratamento das doenças sexualmente transmissíveis em Assis, ajudou a população e salvou vidas".

Dr. Cila deixa a esposa Ana Paula Caruzo Tavares, e os filhos Yasmim, Cilas Augusto, Theo e Valentina.

O velório do médico será no Centro Funerário Prever, a partir das 16h e o sepultamento nesta segunda-feira, 30, às 10h.

Receba nossas notícias em primeira mão!

Veja também
Ver todas as notícias
Colunistas Blog Podcast
Ver todos os artigos