11 de Abril de 2021
20º/30º
Notícias - Mundo

Emirados Árabes divulgam primeira foto de Marte produzida por sua sonda Esperança

Missão espacial é inédita no mundo árabe e vai gerar dados meteorológicos do planeta vizinho.

O emir de Dubai, Mohammed bin Rashid Al-Maktoum, e o príncipe herdeiro de Abu Dhabi, Mohammed bin Zayed, postaram em suas redes sociais a primeira foto de Marte produzida pela missão interplanetária "Esperança".

A sonda entrou na órbita do planeta vermelho na semana passada, num passo inédito do mundo árabe na exploração espacial.

Essa chegada é considerada a parte mais delicada de uma viagem cujo objetivo é desvendar alguns dos segredos do planeta vermelho.

Segundo o emir, a imagem foi tirada a 25 mil km da superfície do planeta.



Dinâmica Meteorológica

A sonda "Al-Amal" ("Esperança" em português), tem o objetivo de gerar um quadro completo da dinâmica meteorológica de Marte.

A decolagem da nave não tripulada ocorreu em julho do centro espacial Tanegashima (sudoeste do Japão), depois de ter sido adiada duas vezes devido ao mau tempo.

As ambições espaciais do rico país do Golfo são vistas como uma reminiscência da era de ouro das grandes conquistas culturais e científicas do Oriente Médio.

Divulgação - Foto divulgada pelos Emirados Árabes como a primeira de sua missão Esperança do palenta Marte ? Foto: Reprodução/Twitter/ Mohammed bin Rashid Al-Maktoum
Foto divulgada pelos Emirados Árabes como a primeira de sua missão Esperança do palenta Marte ? Foto: Reprodução/Twitter/ Mohammed bin Rashid Al-Maktoum


Projetos espaciais

O Estado federado formado por sete emirados - incluindo a capital Abu Dhabi e a luxuosa Dubai - tem nove satélites em operação e planeja lançar outros oito nos próximos anos.

Em setembro de 2019, Hazza al-Mansuri foi o primeiro cidadão dos Emirados enviado ao espaço a bordo de um foguete Soyuz e o primeiro árabe a permanecer na Estação Espacial Internacional.

As ambições do país vão ainda mais longe com o projeto de criar uma colônia humana em Marte antes de 2117.

Enquanto isso, planeja construir uma "cidade científica" no deserto ao redor de Dubai, para simular as condições marcianas e calibrar a tecnologia necessária para colonizar o planeta.

Os Emirados também vislumbram projetos de mineração e de turismo espacial. Neste sentido, assinaram um protocolo de acordo com a Virgin Galactic, a empresa de turismo espacial do milionário britânico Richard Branson.

A viagem da 'Esperança'

"Al-Amal", a sonda de 1.350 kg, do tamanho de um carro 4x4, demorou sete meses para percorrer os 493 milhões de quilômetros até Marte, a tempo de comemorar o 50º aniversário da unificação dos sete emirados.

A sonda permanecerá em órbita por todo um ano marciano, ou seja, 687 dias.
G1
Receba em primeira mao nossas noticias!
Participe de nossos grupos:
+ VEJA TAMBEM

Morre o Príncipe Philip, marido da rainha Elizabeth, aos 99 anos

Palácio de Buckingham anunciou que o marido de Elizabeth II morreu nesta sexta-feira. A causa ainda não foi revelada. Em fevereiro, ele passou por uma cirurgia do coração.

Igreja Católica não pode abençoar as uniões do mesmo sexo, diz Vaticano

Uma decisão da Congregação para a Doutrina da Fé foi publicada pelo Vaticano. De acordo com o texto, a norma teve o apoio do Papa Francisco.

2021 vai ser um pouco mais fresco que 2020, mas ainda estará entre os 6 anos mais quentes da história

O fenômeno climático La Niña no oceano Pacífico fará com que as temperaturas caiam, mas os gases causadores do efeito estufa continuarão sendo o maior fator de influência no clima global, afirmam os pesquisadores.

Eclipse solar poderá ser visto parcialmente nesta segunda-feira

O eclipse pode ser apreciado parcialmente de vários outros países do continente, como Peru, Bolívia, Uruguai, Paraguai, Chile e Argentina.

Mudanças climáticas: 2020 será um dos três anos mais quentes já registrados

A Terra continuou a registrar um aquecimento significativo em 2020, de acordo com a Organização Meteorológica Mundial (OMM)

O que é a 'Estrela de Natal' que poderá ser vista no dia 21

Alinhamento de Júpiter e Saturno poderá ser visto de 16 a 21 de dezembro, em horizontes abertos, após o pôr do sol. Astrônomos dizem que fenômeno é raro e que os planetas só estiveram tão perto séculos atrás

- Veja a lista completa