Buscar no site

Caminhoneiro que causou engavetamento com mortes em Campos Novos é preso

Ele tem 74 anos, foi preso pela Polícia Civil logo após receber alta da Santa Casa de Ourinhos (SP)

G1

  • 22/08/23
  • 13:00
  • Atualizado há 39 semanas

O motorista do caminhão que atingiu outros quatro veículos causando um engavetamento na BR-153, foi preso em flagrante após receber alta da Santa Casa de Ourinhos (SP). Quatro pessoas morreram no acidente registrado na tarde desta segunda-feira (21).

Segundo a Polícia Civil, ele tem 74 anos e fazia uma ultrapassagem irregular e acima da velocidade permitida quando ocasionou as colisões em série.

O caminhoneiro foi indiciado e deverá responder pelos crimes de homicídio e lesão corporal. Ele também foi submetido a um exame de alcoolemia com resultado negativo.

Acidente

O engavetamento foi registrado na altura do quilômetro 314 da BR-153, no trevo de Campos Novos Paulista, por volta das 13h, desta segunda-feira. O trecho está em obra e o tráfego estava fluindo em sistema Pare e Siga.

De acordo com a Polícia Rodoviária Federal (PRF), um caminhão baú que seguia no sentido Marília (SP) da pista perdeu o freio durante uma ultrapassagem irregular e causou uma batida em sequência que envolveu três carros e outro caminhão, que estavam parados na pista por conta das obras.

Quatro mortes pelo acidente foram confirmadas até a manhã desta terça-feira (22), a professora da rede municipal de ensino de Ipaussu (SP) Vilma Bacochina Carrara, de 58 anos, e os pais dela, Adelina Bacochina e João Bacochina, ambos com 82 anos.

O marido de Vilma, Paulo Carrara, foi socorrido e levado à Santa Casa de Ourinhos (SP), onde permanece à espera de um leito de UTI, em estado grave. Todos estavam em um dos carros atingidos e seguiam para uma consulta médica em Marília.

Uma quarta vítima, Gustavo Araújo de Castro de 38 anos, que estava em um segundo carro, também teve a morte confirmada no local.

Outras três vítimas também ficaram feridas e seguem internadas na Santa Casa de Ourinhos (SP), são elas Lucas Seabra Goulart da Silva, de 23 anos e a mãe dele Silvana Seabra Goulart da Silva, 54 anos, que estavam no terceiro carro atingido, e o vendedor ambulante Claudino Lopes, de 57 anos, que estava no local no momento do acidente e foi atingido pelos veículos.

Receba nossas notícias em primeira mão!