Buscar no site

Fiéis da Paroquia Santo André de Tarumã denunciam intolerância religiosa após vídeo divulgado em rede social

Vídeo foi postado nas redes sociais por moradora da cidade

Redação AssisCity

  • 20/11/23
  • 12:00
  • Atualizado há 29 semanas

Um vídeo que circula nas redes sociais tem deixado fiéis da Paróquia Santo André de Tarumã indignados. Produzido pela moradora identificada como Karine Sidney Moro, o conteúdo do vídeo é classificado pelos fiéis como intolerância religiosa.

Segundo as imagens, a moradora inicia o vídeo em frente a Paróquia, localizada na Praça Adão Friedel, no centro de Tarumã, dizendo "Hoje eu vim aqui na frente de um prostíbulo, é a matriz da Igreja Católica na minha cidade". Durante alguns minutos, a mulher que carrega alguns panfletos de conteúdo ainda desconhecido, faz algumas acusações a Paróquia antes de entrar no local, onde ofende algumas imagens religiosas, como a foto do Papa Francisco e a imagem de Nossa Senhora Aparecida.

Em publicação nas redes sociais, fiéis e membros da Paróquia Santo André comentaram o caso e se mostraram indignados com o conteúdo divulgado pela moradora. "Nossa Igreja Matriz foi vilipendiada publicada em rede social, chamada de prostituta e a imagem de Nossa Senhora Aparecida chamada de demônio. Não podia deixar de manifestar minha indignação, pois não se invade a casa dos outros para xingar a sua mãe. Nós, comunidade católica de Tarumã nunca fizemos panfletarismo e nem invadimos a casa de outras crenças. Sabemos e queremos acreditar que esse não é o mover dos corações dos cristãos e dos não cristãos de Tarumã", diz parte da publicação feita por Efren Diones em sua rede social.

Outra fiel também compartilhou sua indignação. "Eu vejo esse vídeo como um insulto a nossa Igreja Católica e a nós católicos. Essa pessoa fez uma invasão a Paróquia Santo André de Tarumã, ela expõe as fotos do nosso Bispo, do nosso Papa, dos padres que por aqui já passaram e faz uma chacota com a Nossa Senhora Aparecida. Ela também chama nossa Igreja de Prostíbulo e isso me causou uma indignação muito grande tamanha a ousadia essa pessoa teve para fazer isso com a nossa igreja", declarou Daiane Gouveia em vídeo também compartilhado nas redes sociais.

O Portal AssisCity tentou contato com o Padre Antônio Júlio Borecki, responsável pela Paróquia Santo André, mas não obteve retorno. Em contato com a Diocese de Assis, o Portal foi comunicado que eles não tinham conhecimento sobre o caso, mas que seria averiguado pelos responsáveis e posteriormente emitiriam um pronunciamento.

Redes Sociais - A Paróquia Santo André em Tarumã - Foto: Redes Sociais
A Paróquia Santo André em Tarumã - Foto: Redes Sociais

Receba nossas notícias em primeira mão!

Colunistas Blog Podcast
Ver todos os artigos