Buscar no site

Iniciativa educacional usa tecnologia para promover intercâmbio cultural entre alunos de Paraguaçu Paulista e escola de Rondônia

Com o objetivo de promover o diálogo, estimular a pesquisa, o senso crítico e a troca de informações entre eles, o projeto "Eu vi na Internet" envolveu professores, alunos e a equipe da Aprende Brasil Educação

Assessoria de Comunicação

  • 14/11/23
  • 16:00
  • Atualizado há 27 semanas

Mais de 2,4 mil quilômetros separam Paraguaçu Paulista de Jaru, cidade do estado de Rondônia. Apesar da distância geográfica, estudantes do 3.º e 4.º ano desses dois municípios embarcaram em uma jornada virtual para trocar experiências e conhecimentos. Com o objetivo de promover o diálogo, estimular a pesquisa, o senso crítico e a troca de informações entre eles, o projeto "Eu vi na Internet" envolveu professores, alunos e a equipe da Aprende Brasil Educação.

Estudantes de ambas as localidades se reuniram on-line, com o propósito de desbravar as peculiaridades de suas respectivas cidades. Tanto os paraguaçuenses quanto os jaruenses tiveram uma aula sobre as histórias dos municípios, a localização, clima, características culturais, monumentos históricos e curiosidades.

A gerente de marketing e produto da Aprende Brasil Educação, Damila Bonato, explica que a ideia do projeto é aprender a partir de elementos que os alunos gostem. Assim, o ponto alto do projeto foi a produção, por parte dos estudantes, de vídeos curtos, com o próprio celular. Os alunos puderam se ver no resultado da pesquisa, puderam também perceber que nem tudo que está na internet é confiável, é verdadeiro. "Ver os alunos entusiasmados e eufóricos para apresentar o que haviam preparado é a validação que o projeto alcançou o objetivo proposto", conclui Damila.

Divulgação - Iniciativa educacional usa tecnologia para promover intercâmbio cultural entre alunos de Paraguaçu Paulista e escola de Rondônia - FOTO: Divulgação
Iniciativa educacional usa tecnologia para promover intercâmbio cultural entre alunos de Paraguaçu Paulista e escola de Rondônia - FOTO: Divulgação

Para a diretora da Escola Municipal Aldemir Lima Cantanhêde, Dalila Marciele Souza Oliveira, da cidade de Jaru (RO), o projeto é uma forma de aproximar alunos com culturas diferentes no dia a dia. "Sabemos que o Sudeste e o Norte têm entre si, além da distância geográfica, uma infinidade de diferenças. Nesse encontro digital, as crianças não apenas apresentaram fatos sobre seus municípios, mas também compartilharam aspectos culturais, históricos e sociais que tornam suas comunidades únicas."

Por sua vez, a orientadora pedagógica da Escola Municipal Professor Antônio Mazzei, Talita Catherine de Pádua de Paraguaçu Paulista (SP), considera que foi uma oportunidade para os estudantes ampliarem os conhecimentos sem sair da sala de aula. "Conhecer outras culturas e outros lugares é fundamental para que nossas crianças entendam que o mundo é muito maior que as fronteiras físicas. Esse intercâmbio é uma chance única para que eles saibam que há vivências diferentes daquelas que experimentam", ressalta.

Damila finaliza falando que a troca de experiências on-line entre crianças de Rondônia e São Paulo não apenas quebrou as barreiras físicas, mas também construiu pontes de entendimento. "Em um mundo cada vez mais conectado, iniciativas como essa destacam o potencial da tecnologia para unir e enriquecer a experiência educacional, transcendendo fronteiras e construindo um futuro mais interligado".

Receba nossas notícias em primeira mão!

Colunistas Blog Podcast
Ver todos os artigos