Buscar no site

Monitoramento de fauna na região flagra mãe e filhote de onça parda

Programa para a proteção da vida selvagem inclui 44 passagens de fauna já instaladas e outras 30 em construção

Assessoria de Comunicação

  • 01/04/24
  • 13:00
  • Atualizado há 2 semanas

Desde o ano passado, a Entrevias Concessionária de Rodovias passou a monitorar com câmeras suas passagens de fauna e, recentemente, uma delas registrou a passagem de uma onça parda com seu filhote. O fato aconteceu numa área rural na região de Marília em uma passagem construída e devidamente cercada para dar direcionamento aos animais.

A proteção à biodiversidade é um dos pilares da Entrevias. O programa para a proteção da vida selvagem inclui 44 passagens de fauna já instaladas e outras 30 em construção. Todas as estruturas foram projetadas e estudas com o apoio dos técnicos da Agência Ambiental do Estado de São Paulo (CETESB) e pesquisadores do tema. O programa já permitiu à Entrevias reduzir em 60% o número de ocorrência de atropelamentos de animais nas rodovias entre 2017 (ano em que a empresa assumiu a concessão) e 2022.

Desde que o monitoramento começou a ser feito, mais de 600 movimentos de animais foram registrados até agora, incluindo espécies ameaçadas de extinção como jaguatiricas, lontras, e onças-pardas, como este último registrado, demonstrando o impacto positivo dessas instalações.

Reprodução/Entrevias - O fato aconteceu numa área rural na região de Marília - Foto: Reprodução/Entrevias
O fato aconteceu numa área rural na região de Marília - Foto: Reprodução/Entrevias

"Esses registros sugerem que as nossas passagens de fauna estão cumprindo seu papel tanto na redução de acidentes com a fauna quanto para a conversação da biodiversidade. Essas passagens conectam áreas de vegetação, permitindo que as relações ecológicas se mantenham mesmo com a presença da rodovia", afirma o Gerente de Meio Ambiente e Sustentabilidade, Osnir Giacon.

Programa de Proteção à Fauna

Responsável por 570 quilômetros de rodovias, divididas nas regiões de Ribeirão Preto e Marília, as estruturas das passagens de fauna são adequadas para o uso por animais silvestres em geral, principalmente, por mamíferos animais de grande porte como cachorro do mato, capivara, veados e onça, além de aves e répteis. Duas delas são específicas para anfíbios.

Integram ainda os investimentos da companhia na prevenção e mitigação de atropelamentos e incidentes envolvendo animais a implantação de cerca em 80 quilômetros ao redor das rodovias para a condução de fauna. A cerca ajuda a fazer o direcionamento dos animais para as passagens de fauna.

As estruturas subterrâneas permitem a travessia dos animais de um lado a outro da rodovia sem que circulem pela pista, evitando atropelamentos e risco de acidentes aos motoristas. E para um melhor monitoramento das espécies e da efetiva utilização desses locais, algumas passagens são monitoradas por câmeras.

A Entrevias tem boas práticas e diretrizes que reforçam os valores da companhia. A concessionária prioriza a segurança viária e a conscientização de usuários de rodovia. Realiza o recolhimento de animais domésticos e silvestres encontrados feridos às margens das rodovias. O motorista que presenciar algum animal na pista deve informar a concessionária para que uma equipe vá até o local para retirá-lo. Vale lembrar que todas as rodovias sob concessão são monitoradas 24 horas e que o abandono de animais é crime.

Receba nossas notícias em primeira mão!

Mais lidas
Ver todas as notícias locais