Buscar no site

Mulher é morta pelo ex-companheiro um dia após pedir medida protetiva em Tupã

Crime aconteceu na manhã desta segunda-feira, dia 22 de janeiro

Redação AssisCity

  • 22/01/24
  • 15:00
  • Atualizado há 12 semanas

Na manhã desta segunda-feira, 22 de janeiro, uma mulher de 34 anos foi morta pelo ex-companheiro em Tupã apenas um dia depois de pedir uma medida protetiva contra ele. De acordo com as informações, o homem, de 32 anos, desferiu dez facadas contra a vítima na casa em que ela vivia, no bairro Morada do Sol.

Segundo a Central de Polícia Judiciária (CPJ) de Tupã, ainda na noite de domingo, 21, o casal se desentendeu e o homem agrediu a vítima. Na ocasião, ambos foram conduzidos até a CPJ, a vítima não quis prestar queixa, mas pediu medida protetiva. A solicitação foi enviada ao Judiciário para ser analisada e a resposta chegaria na manhã desta segunda-feira, mas o crime aconteceu antes do resultado do pedido.

O agressor dormiu na casa da irmã e, por volta das 7h, foi novamente até a casa da vítima, eles se desentenderam e ele desferiu cerca de dez golpes de faca na mulher, que foi socorrida pelo resgate do Corpo de Bombeiros com uma parada cardiorrespiratória em andamento, mas não resistiu e morreu à caminho da Santa Casa de Tupã.

O suspeito, que já foi identificado, não foi encontrado. A Polícia Militar segue fazendo buscas para encontrá-lo.

Receba nossas notícias em primeira mão!

Mais lidas
Ver todas as notícias locais