Buscar no site

Pessoas que tiveram Covid têm mais risco de desenvolver diabetes, diz pesquisa

Pesquisadores estudaram os registros médicos de mais de 23 mil adultos que tiveram a doença pelo menos uma vez

CNN

  • 21/02/23
  • 11:00
  • Atualizado há 65 semanas

Pessoas que tiveram Covid-19 têm um risco maior de desenvolver diabetes, e esse vínculo parece ter persistido na era Ômicron, segundo um novo estudo.

Evidências crescentes sugerem que as infecções por Covid-19 estão ligadas a um novo diagnóstico de diabetes, embora não esteja claro se essa relação é uma coincidência ou causa e efeito.

Para o estudo, publicado na semana passada no JAMA Network Open, pesquisadores do Cedars Sinai Medical Center, em Los Angeles, estudaram os registros médicos de mais de 23 mil adultos que tiveram Covid-19 pelo menos uma vez.

Evidências crescentes sugerem que as infecções por Covid-19 estão ligadas a um novo diagnóstico de diabetes, embora não esteja claro se essa relação é uma coincidência ou causa e efeito.

Para o estudo, publicado na semana passada no JAMA Network Open, pesquisadores do Cedars Sinai Medical Center, em Los Angeles, estudaram os registros médicos de mais de 23 mil adultos que tiveram Covid-19 pelo menos uma vez.

"Pode-se esperar que, com uma infecção viral menos grave, talvez você tenha menos efeitos fora do alvo em seu sistema cardiometabólico", disse o principal autor do estudo, Dr. Alan Kwan, cardiologista do Cedars Sinai.

"Nós realmente não vimos isso", disse ele. "Vimos, essencialmente, o padrão mantido por toda parte".

O estudo também analisou o papel da vacinação e descobriu que ela pode ajudar a proteger contra o diabetes.

Quando os pesquisadores analisaram seus dados para distinguir entre aqueles que foram vacinados contra o coronavírus e aqueles que não foram, eles descobriram que os vacinados quase não tinham risco aumentado de diabetes após a Covid-19, mas os não vacinados tinham quase 80% mais risco de um novo diagnóstico de diabetes. Esta diferença não foi estatisticamente significativa, no entanto. Kwan diz que se os pesquisadores tivessem um pouco mais de dados, a conexão poderia ser mais clara.

Os cientistas não têm certeza de como a Covid-19 pode aumentar o risco de diabetes. Pode haver várias razões, disse Wander.

"É plausível que o vírus possa agir diretamente para alterar a capacidade do corpo de produzir ou usar insulina", escreveu ela em um e-mail.

Ou, disse ela, é possível que as mudanças no estilo de vida feitas durante a pandemia - talvez menos exercícios e mais junk food - possam estar contribuindo.

"Por fim, não podemos excluir a possibilidade de que esse padrão seja um artefato do aumento de testes laboratoriais entre indivíduos com infecção recente por SARS-CoV-2", disse Wander.

Para realmente entender se o diabetes é uma doença diferente após a pandemia, disse Wander, seriam necessários estudos que acompanhassem as pessoas para coletar informações sobre fatores sociais relacionados à pandemia e mudanças na capacidade do corpo de produzir e usar insulina.

Receba nossas notícias em primeira mão!

Colunistas Blog Podcast
Ver todos os artigos