Buscar no site

Saúde alerta para febre maculosa após morte em Marília

Cidade vizinha registrou primeira morte do ano nesta terça-feira, dia 31; Em Assis, um homem morreu vítima de febre maculosa em 12 de setembro; saiba como se prevenir

Redação AssisCity

  • 01/11/23
  • 11:00
  • Atualizado há 32 semanas

A Prefeitura de Marília (SP) confirmou, no final da tarde desta terça-feira, 31 de outubro, a primeira morte por febre maculosa registrada neste ano no município. Este é o segundo caso da doença causada pela bactéria transmitida pelo carrapato-estrela.

De acordo com a administração municipal, o resultado positivo foi confirmado por meio de testagem do Instituto Adolfo Lutz. Não foram informados detalhes da vítima.

Até esta data, a cidade registrou seis casos suspeitos da doença, sendo todos do Distrito de Avencas. Destas seis notificações, um caso foi descartado, três aguardam análise e outro foi confirmado. A primeira vítima este ano se recuperou da doença e está viva.

Segundo a prefeitura, todas as ações de controle foram realizadas e devem continuar de forma permanente tanto no Distrito de Avencas, quanto no município de modo geral.

Em Assis, a primeira morte por febre maculosa em 2023 foi confirmada pela Secretaria Municipal de Saúde no dia 12 de setembro. A vítima era um homem de 40 anos que esteve no Córrego da Fortuninha, a morte foi registrada no dia 26 de agosto.

Os sintomas da febre maculosa são semelhantes aos da dengue: dor de cabeça, febre, dor no corpo, dores abdominais, náuseas e, nessas condições, o morador precisa procurar a rede de saúde do município que atende esses tipos de caso.

Reprodução - Garoto de 3 anos morre com suspeita de febre maculosa em Marília - FOTO: Reprodução
Garoto de 3 anos morre com suspeita de febre maculosa em Marília - FOTO: Reprodução

Recomendações para evitar a febre maculosa

- Evitar o contato com capivaras, roedores e outros animais silvestres;

- Evitar andar em áreas com vegetação alta ou úmida;

- Usar roupas que protejam o corpo, como calças compridas, camisas de manga comprida e botas;

- Aplicar repelente de insetos em todas as partes expostas do corpo;

- Inspecionar a pele diariamente, procurando por carrapatos;

- Retirar carrapatos o mais rápido possível, com pinça de ponta fina, segurando-o o mais próximo possível da pele e girando-o em sentido anti-horário.

Receba nossas notícias em primeira mão!

Colunistas Blog Podcast
Ver todos os artigos