Buscar no site

Mãe e filho brigam, polícia é acionada e filho morre após perseguição em Maracaí

Ocorrência aconteceu na manhã desta terça-feira e causou a morte de Ariovaldo Junior; veja mais detalhes sobre o caso

Redação AssisCity

  • 05/12/23
  • 18:00
  • Atualizado há 11 semanas

No início da manhã desta terça-feira, dia 5 de dezembro, um desentendimento familiar entre mãe e filho levou a uma intervenção policial que terminou em morte. O caso aconteceu na cidade de Maracaí, conforme noticiamos no Portal AssisCity. As primeiras informações eram de que o homem estaria furtando residências do bairro, o que não foi confirmado pela polícia.

De acordo com o boletim de ocorrência, a polícia militar foi acionada via COPOM por volta das 6h40 para atender a uma situação de desentendimento familiar na Rua Pedro Santiago Garcia. Ao chegarem ao local, encontraram a mãe sendo socorrida por vizinhos devido ao mal-estar causado pelo desentendimento com seu filho, Ariovaldo Junior Sales, de 38 anos.

Redes Sociais/Reprodução - Ariosvaldo Junior Sales, de 38 anos - FOTO: Redes Sociais/Reprodução
Ariosvaldo Junior Sales, de 38 anos - FOTO: Redes Sociais/Reprodução

Segundo os registros policiais, Ariovaldo já tinha um histórico conhecido de violência e de fuga policial, o que fez com que a equipe solicitasse apoio para a situação, fazendo com que a entrada e a saída da residência ficasse cercada de policiais, visando impedir a fuga do rapaz do local.

Ao perceber a presença policial, Ariovaldo teria fugido pulando por entre residências vizinhas. Após tentativas de abordagem e ordens de parada ignoradas, foi feito uso de "Taser", mas segundo o BO o homem conseguiu continuar sua fuga.

Redes Sociais/Reprodução - Ocorrência aconteceu no início da manhã desta terça-feira, dia 5 - FOTO: Redes Sociais/Reprodução
Ocorrência aconteceu no início da manhã desta terça-feira, dia 5 - FOTO: Redes Sociais/Reprodução

A perseguição levou os policiais a cercarem a área, e Ariovaldo foi avistado novamente no corredor da residência na Rua Santa Rita. Uma segunda tentativa de "Taser" foi realizada, atingindo Ariovaldo no tórax e na perna, sem sucesso em detê-lo. Ele conseguiu acessar telhados de casas, provocando pedidos de socorro de outros moradores.

A equipe continuou a busca e, em determinado momento, um dos policiais viu Ariovaldo subindo pelo muro e acessando o telhado na Rua Treze de Maio. Acompanhando a situação, os demais membros da Polícia Militar receberam informações de que Ariovaldo estava danificando telhados próximo a um bar. Ao entrar nesse bar, a equipe ouviu um disparo e encontrou Ariovaldo já caído, aparentemente atingido por um disparo de arma de fogo.

Redes Sociais/Reprodução - Após confronto com a polícia, Ariosvaldo foi atingido por um tiro e acabou morrendo no local - FOTO: Redes Sociais/Reprodução
Após confronto com a polícia, Ariosvaldo foi atingido por um tiro e acabou morrendo no local - FOTO: Redes Sociais/Reprodução

A versão oficial apresentada pelos policiais sugere que Ariovaldo resistiu à abordagem, tentando agarrar a arma de um dos PMs, o que teria levado a uma uma luta corporal e, eventualmente, ao disparo de arma de fogo para repelir a agressão.

Conforme já havíamos noticiado, o corpo de Ariosvaldo foi encaminhado ao Instituto Médico Legal para a realização de exame necroscópico e toxicológico. Na delegacia, o policial que efetuou o disparo informou que antes mesmo desta ocorrência, a equipe já havia sido acionada na madrugada, às 4h28 para atender um chamado de desentendimento conjugal entre Ariovaldo e sua companheira que, ao receber a polícia, contou que o rapaz havia pego seu celular para trocar por drogas. Na ocasião, 2h antes da morte do suspeito, Ariovaldo teria se escondido em uma mata próxima a um rio, tornando impossível a abordagem naquele momento.

De acordo com o boletim de ocorrência, toda a equipe foi ouvida e a versão de legítima defesa foi inicialmente reconhecida pela autoridade policial. A investigação continua para esclarecer todos os detalhes do fato.

Receba nossas notícias em primeira mão!

Mais lidas
Ver todas as notícias locais
Colunistas Blog Podcast
Ver todos os artigos