15 de Outubro de 2019
17º/30º
ENTRETENIMENTO » COLUNISTAS

Fim da Primeira Fase para Assisense e Vocem

Por Professor Elielton de Oliveira comenta o desempenho dos times de Assis

Por Professor Elielton de Oliveira

Chegou ao fim a primeira jornada do Paulista para as equipes de Assis. Foram dez rodadas cheias de surpresas. O Assisense, que em anos anteriores enfrentou sérias dificuldades, anunciou o respeitado técnico PC Santos e gerou boa perspectiva em todos os esportistas.

Comprovou em campo as expectativas com um bom primeiro turno. O falcão do Vale voou alto e só foi surpreendido pelo poderoso Mac, derrota com gol de pênalti no último minuto.

Prova de um sistema defensivo forte, mas não imbatível. No segundo turno continuou produzindo boas jogadas e oportunidades de gol. Porém, as chances não eram colocadas no fundo da rede. Poucos gols resultaram em quatro jogos sem vitória. Um triunfo e três empates mesmo jogando melhor que os adversários. O clube viu o Itararé passar e assumir a vice liderança. O time de azul toca bem a bola, apresenta variações táticas e produz triangulações bem organizadas. Seu destaque foi Rafinha. Meia criativo, rápido e bom batedor de falta.

Pelo lado do Vocem esperança antes do início dos jogos e terror total quando a bola rolou. O técnico Luciano Baiano caiu após conseguir apenas vinte e sete por cento de aproveitamento. Em um grupo de seis em que quatro se classificam seria um vexame ficar de fora. Chegou Carlinhos para assumir o posto de comandante. Boa vitória na estreia contra o Itararé, mais três pontos frente ao Elosport deixaram os marianos a um empate da classificação. Foi o que ocorreu na derradeira rodada. Em confronto direto contra a Santacruzense placar de um a um e vaga assegurada. O destaque vai para Carlinhos, que chegou e conseguiu a classificação improvável.

Nos bastidores ambos falam sobre reforços. É nítido que precisam de novos jogadores na segunda fase em que o nível dos adversários tende a subir. Para o falcão a maior carência está no ataque, foram apenas onze gols marcados nas dez partidas. Corrigindo a parte ofensiva a equipe pode brigar pelo acesso. Para o time da fé falta criação de jogadas de gol, um meia e um volante articuladores seriam muito bem vindos.

O balanço é este, Assisense surpreendendo e jogando de igual para igual contra os mais fortes. O Vocem em ascensão após a troca de treinador volta a acreditar no sucesso. O campeonato se afunila, o nível sobe e os torcedores precisam ir ao Tonicão prestigiar e apoiar as equipes.

Divulgação
Professor Elielton
Graduado em História pela Unesp, Administração pela Unip e pós-graduado em gestão de pessoas pela Uniasselvi. Ama a educação e o esporte. É comentarista na Tv AssisCity
+ VEJA TAMBÉM