15 de Novembro de 2019
17º/30º
ENTRETENIMENTO » COLUNISTAS

A importância dos bancos públicos para a população brasileira

COLUNISTA - Sindicato dos Bancários de Assis e Região

Os bancos públicos são essenciais para o desenvolvimento do Brasil. São eles que implementam as principais políticas públicas, com crédito e infraestrutura e contribuem para a urbanização, agricultura e industrialização do país.

Instituições como Caixa, Banco do Brasil e BNDES além de uma dezena de bancos estaduais comerciais e de desenvolvimento representam quase metade do setor financeiro e são vitais para o enfrentamento das desigualdades sociais e regionais. O Sindicato dos Bancários de Assis e região enfatiza que é difícil encontrar um cidadão que não tenha alguma relação com esses bancos, seja por causa do PIS, FGTS, casa própria, poupança, loterias ou crédito facilitado.

Os bancos públicos possuem mais de 9 mil agências, 46% do total. Muitos municípios pouco povoados só contam com agências dos bancos públicos, "já que as instituições privadas não
têm interesse em atuar em regiões mais pobres que oferecem retorno menor que as demais localidades, lembrando que é papel constitucional dos bancos garantir serviços bancários para toda a população brasileira”, afirma o secretário geral do Sindicato, Fábio Escobar.

Também são responsáveis por mais de 80% da carteira de crédito imobiliário, sendo R$ 597 bilhões em financiamentos imobiliários; e 72% da carteira de crédito rural, sendo R$ 180 bilhões em financiamentos. São responsáveis por 46% das operações de crédito, representando R$ 1,4 trilhão.

Em São Paulo, o Programa Minha Casa Minha Vida, gerido pela Caixa, construiu aproximadamente 194 mil unidades habitacionais. Um investimento da Caixa no total de R$ 11,2 bilhões desde o início do programa, em 2009. 33% das agências bancárias de São Paulo são públicas. 20% das operações de crédito paulista são de bancos públicos, 53% dos financiamentos imobiliários estão nos bancos públicos com cerca de R$ 159 bilhões e 45% do crédito rural também estão nas instituições públicas do Estado.

A Caixa também administra as loterias que, apenas em 2017, transferiram R$ 5,2 bilhões do dinheiro dos jogos a programas sociais nas áreas de seguridade social, esporte, cultura, segurança pública, educação e saúde. Mesmo com a importância da Lotex administrada pela Caixa para os programas sociais, o atual governo está a todo momento tentando entregar as loterias instantâneas para a iniciativa privada, previsto para o final deste mês.

Portanto fica demonstrada a importância dos bancos públicos para a população e sua dissolução é preocupante e deverá gerar um impacto totalmente negativo não somente aos bancários, mas a todos os trabalhadores. Bancos privados não revertem seus lucros em benfeitorias a sociedade brasileira, isso que difere de um banco público”, afirma Escobar.

Ello Comunica
+ VEJA TAMBÉM