Buscar no site

Motorista alega cochilo e testemunhas falam de imprudência em acidente que matou Catarina Mercadante

Jovem tinha 22 anos e cursava medicina na Unimar, em Marília

Redação AssisCity

  • 30/01/23
  • 15:00
  • Atualizado há 62 semanas

O motorista da caminhonete que se envolveu no trágico acidente que matou a jovem Catarina Torres Mercadante Leite do Canto, de 22 anos, alegou em depoimento policial ter cochilado no momento da batida.

De acordo com o boletim de ocorrência, registrado na Delegacia de Polícia de Echaporã, pela Delegada Renata Yumi Ono, o jovem de 21 anos, que conduzia o veículo teve ferimentos leves após a colisão.

divulgação - Catarina Mercadante, 22 anos - Foto: Divulgação
Catarina Mercadante, 22 anos - Foto: Divulgação

O rapaz estava com outro passageiro, que seria seu funcionário, e durante o depoimento colhido pela polícia alegou que estava em viagem há muitas horas, vindo de Guará e seguia para Londrina, sem ter feito nenhuma pausa para descanso.

Segundo o jovem, no momento do acidente, teria cochilado e batido de frente com o carro de Catarina.

divulgação - Carro de Catarina ficou destruído com o impacto da batida - Foto: Divulgação
Carro de Catarina ficou destruído com o impacto da batida - Foto: Divulgação

O condutor passou pelo teste de etilômetro que deu negativo.

No entanto, segundo o leitor do Portal AssisCity, João Pedro Barros, que estava no local no momento do acidente e acionou o resgate, o condutor da S10, branca, com placas de São Joaquim da Barra, estava sendo imprudente no trânsito.

"Nós vimos ele ultrapassar, carros, motos e até caminhões colocando a vida todos em risco e infelizmente acabou tirando a vida de uma pessoa inocente", afirmou.

Divulgação - Momento do acidente que matou Catarina Mercadante - Foto: Redes Sociais
Momento do acidente que matou Catarina Mercadante - Foto: Redes Sociais

No boletim de ocorrência consta ainda, mais uma declaração, que vai contra o alegado pelo condutor. "O motorista da caminhonete S10 estava dirigindo em alta velocidade e realizou ultrapassagens proibidas, inclusive de meu próprio veículo".

Outro fato que confronta a alegação do motorista é um vídeo divulgado nas redes sociais, por Adriano Braga, que mostra o momento exato em que a caminhonete ultrapassa o carro em alta velocidade e segundos após bate no Polo de Catarina.

"O que aconteceu naquele momento foi que todos os carros estavam em uma fila longa, devido a uma carreta que seguia lá na frente, então estávamos bem devagar, seguindo o fluxo, quando a caminhonete ultrapassou, teve que seguir na contramão até acabar a fila de veículo, mas no meio do percurso, bateu no Polo", explicou.

Além disso, Adriano observou que no momento que condutor percebeu o outro veículo, tentou tirar para fora da pista. "Ele desviou para o acostamento, mas o Polo fez a mesma coisa, o que causou a batida frontal".

O vídeo foi gravado pela câmera do carro de Adriano, e vai ajudar nas investigações da polícia.

No local estão sendo realizadas obras de duplicação pela concessionária Entrevias, e naquele trecho trata-se de pista simples para cada sentido de direção, separadas por faixa contínua, ou seja, de ultrapassagem proibida.

divulgação - Carro bateu de frente com caminhonete - Foto: Redes Sociais
Carro bateu de frente com caminhonete - Foto: Redes Sociais

O motorista, assim como o passageiro, foram levados para o Hospital das Clínicas de Marília, onde passaram por exames médicos.

O acidente

Na noite de domingo, 29 de janeiro, a batida frontal entre uma S10 e um Polo, resultou na morte da jovem estudante, Catarina Mercadante, de 22 anos.

A jovem assisense começaria o sétimo semestre de Medicina, na Unimar.

Catarina morreu no local do acidente, e ficou presa às ferragens.

divulgação - Catarina Mercadante, 22 anos - Foto: Divulgação
Catarina Mercadante, 22 anos - Foto: Divulgação

A estudante deixa os pais e dois irmãos.

O velório realizado no Cento Funerário Prever teve grande comoção de amigos e familiares.

Sepultamento

A Comoção tomou conta de amigos e familiares de Catarina Mercadante, que foi sepultada na tarde desta segunda-feira, 30, às 15h.

Amigos e familiares da jovem estiveram presentes nos últimos momentos e prestaram apoio à família da jovem.

Centenas de flores foram colocadas no túmulo de Catarina, como forma de homenagem a estudante.

divulgação - Túmulo de Catarina Mercadante repleto de flores - Foto: Divulgação
Túmulo de Catarina Mercadante repleto de flores - Foto: Divulgação

Receba nossas notícias em primeira mão!