Buscar no site

'Nós queremos Justiça' afirma pai de Catarina Mercadante após polícia pedir prisão de motorista

Após 25 dias do acidente o inquérito policial foi concluído

Redação AssisCity

  • 24/02/23
  • 14:00
  • Atualizado há 60 semanas

Nesta sexta-feira, 24 de fevereiro, 25 dias após o acidente que matou Catarina Mercadante, de 22 anos, a Polícia Civil concluiu o inquérito policial e pediu a prisão preventiva do motorista que bateu no carro da jovem.

Para o delegado do caso, Luís Marcelo Perpétuo Sampaio, titular da Delegacia de Investigações Gerais (DIG) e que também responde pela Delegacia de Echaporã, o representante comercial Luis Paulo Machado, que conduzia a S10 branca, assumiu o risco de matar, por sua conduta no trânsito.

Divulgação - Catarina Torres Mercadante Leite do Canto, 22 anos - Foto: Divulgação
Catarina Torres Mercadante Leite do Canto, 22 anos - Foto: Divulgação

O pai da jovem, Juliano Mercadante, em entrevista ao Portal AssisCity falou sobre o sentimento da família com o andamento da investigação.

"A verdade é que nada vai trazer nossa filha de volta, esse vazio nunca será preenchido novamente. Nós não falamos de vingança, nem de ódio, não temos esse sentimento, mas sabemos que a Justiça tem que ser feita", afirmou.

Juliano ainda falou sobre a impunidade e afirmou que o motorista deve pagar por seus atos. "O assassino tem que pagar, ele tem que arcar com as consequências da irresponsabilidade dele, que matou a Catarina e é por isso que pedimos Justiça, ela precisa ser feita", finalizou.

Divulgação - Juliano Mercadante ao lado da filha Catarina Mercadante - Foto: Divulgação/Arquivo Pessoal
Juliano Mercadante ao lado da filha Catarina Mercadante - Foto: Divulgação/Arquivo Pessoal

O inquérito

Testemunhas que estavam no local do acidente foram ouvidas, e através dos testemunhos foi revelado que o autor trafegava em pista única, atrás de uma fila de carros em velocidade reduzida, com sinalização de ultrapassagem proibida.

No relatório final o delegado aponta que diferente do testemunho dado por Luís Paulo no dia do acidente, ele estava lúcido e acordado.

Leia: 'Fatalidade' alega advogado de motorista envolvido em acidente que matou Catarina Mercadante

"Na ação fica evidente que o autor assumiu o risco de produzir o resultado, pois era perfeitamente previsível que outro veículo viesse em sentido contrário, onde havia uma fila de carros que dificultava a manobra de ultrapassagem. O autor não se importou com o resultado. Desejava tão somente abreviar a viagem com ultrapassagens arriscadas para que chegasse ao seu destino final, que seria a cidade de Londrina-PR", resume o delegado.

divulgação - Carro de Catarina ficou destruído com o impacto da batida - Foto: Divulgação
Carro de Catarina ficou destruído com o impacto da batida - Foto: Divulgação

No vídeo divulgado pelo AssisCity foi possível ver o momento em que a S10 passa em alta velocidade, ultrapassando os veículos que estavam na pista e batendo de frente com o Polo prata da vítima.

Diante disso, foi pedida a prisão preventiva, por materialidade e indícios suficientes da autoria, para a garantia da ordem pública.

"À vista dos elementos de convicção obtidos, verifica-se que o investigado Luis Paulo Machado de Almeida assumiu o risco de produzir o resultado - evento morte, quando fez ultrapassagem de vários veículos em local proibido, entrando na esfera da conduta delineada no artigo 121 cc artigo 18, do C.P.", finalizou Luís Marcelo Perpétuo Sampaio.

O acidente

Na noite do dia 29 de janeiro, por volta das 19h, Catarina Torres Mercadante Leite do Canto, de 22 anos, morreu após uma batida frontal na rodovia Rachid Rayes, SP-333, estrada que liga as cidades de Assis e Marília.

Catarina não resistiu aos ferimentos, ficou presa às ferragens e morreu no local, já o motorista de 20 anos, teve ferimentos leves e saiu do local do acidente consciente.

Divulgação - Catarina Torres Mercadante Leite do Canto, 22 anos - Foto: Divulgação
Catarina Torres Mercadante Leite do Canto, 22 anos - Foto: Divulgação

Confira a entrevista com os pais de Catarina:

Receba nossas notícias em primeira mão!

Mais lidas
Ver todas as notícias locais