12 de Dezembro de 2018
17º/30º
NOTÍCIAS » BRASIL

Eleitor pode fazer a biometria antes de se tornar obrigatória em seu município

O cadastramento biométrico está disponível em todo o Estado de São Paulo

Com o término das Eleições Gerais e a retomada do atendimento pela Justiça Eleitoral, o eleitor pode se antecipar e fazer a biometria com tranquilidade antes de que ela se torne obrigatória em seu município. Adiantando-se, o cidadão evita filas e eventuais transtornos que possam surgir com a obrigatoriedade. O agendamento on-line do dia e horário é necessário.

O cadastramento biométrico está disponível em todos os cartórios eleitorais do Estado de São Paulo e também nas unidades do Poupatempo com atendimento eleitoral. O procedimento envolve coleta das digitais, fotografia e atualização dos dados pessoais. O objetivo é tornar mais seguro o processo de identificação de cada cidadão no momento do voto, já que as digitais de cada pessoa são únicas.

O que levar

É necessário apresentar documento oficial de identificação, comprovante de residência em nome do eleitor com no máximo três meses e título eleitoral, caso tenha.

Onde ir

O eleitor deve ir ao seu cartório eleitoral ou a um dos postos do Poupatempo com serviços da Justiça Eleitoral. Nos dois locais, é necessário agendar o atendimento.

Biometria obrigatória

Atualmente, a biometria é obrigatória em sete cidades. São elas: Salmourão, Redenção da Serra, Dracena, Ouro Verde, Cajobi, Embaúba e Rinópolis. Os eleitores devem se cadastrar até o dia 19 de dezembro, sob pena de cancelamento do título. Quem já se cadastrou não precisa repetir o procedimento.

Nas eleições de 2018, eleitores de 100 municípios paulistas, que participaram da biometria obrigatória, foram identificados pelas digitais ao votar. Em outras 21 cidades paulistas, a identificação foi híbrida, ou seja, as pessoas que já tinham realizado a biometria foram identificadas pelas digitais e aquelas que ainda não tinham se cadastrado foram identificadas da forma tradicional.

Divulgação
+ VEJA TAMBÉM