17 de Setembro de 2019
17º/30º
NOTÍCIAS » BRASIL

Justiça Eleitoral cancela 674 mil títulos no Estado de SP

Medida atinge eleitores que não votaram ou não justificaram ausência em três eleições consecutivas; situação pode ser regularizada no cartório eleitoral

A Justiça Eleitoral encerrou nesta sexta-feira (24) a relação do quantitativo de pessoas que tiveram o título de eleitor cancelado por ausência aos três últimos pleitos (cada turno é contabilizado como uma eleição). São Paulo foi o Estado com o maior número de cancelamentos: 674.500.

A lista completa com o número de títulos cancelados por região, unidade da Federação e município pode ser conferida no site do Tribunal Superior Eleitoral (TSE). Em todo o Brasil, foram cancelados 2.486.495 títulos. Entre as capitais, a cidade de São Paulo encabeçou o ranking, com 199.136 documentos cancelados.

Para verificar se o seu título foi cancelado, o cidadão deve consultar o site do Tribunal Regional Eleitoral de São Paulo (TRE-SP), na área de "Serviços ao Eleitor – Situação eleitoral – Consultar a situação eleitoral”.

Regularização

Quem teve o título cancelado deverá pagar multa correspondente à ausência às urnas e, em seguida, poderá fazer a regularização da sua situação no cartório eleitoral de seu domicílio, levando documento de identificação oficial original, comprovante de residência recente e o título, se ainda o possuir.

Consequências

Se o seu título foi cancelado, o eleitor poderá ter impedimentos quanto a atos que exijam a quitação eleitoral, como: obtenção de passaporte, carteira de identidade e empréstimos em qualquer estabelecimento de crédito mantido pelo governo.

A irregularidade também pode gerar dificuldades para: inscrição, investidura e nomeação em concurso público; e renovação de matrícula em estabelecimento de ensino oficial ou fiscalizado pelo governo.


São Paulo foi o Estado com o maior número de cancelamentos: 674.500


Tribunal Regional Eleitoral de São Paulo
+ VEJA TAMBÉM