23 de Agosto de 2019
17º/30º
ENTRETENIMENTO » COLUNISTAS

Como você se define?...

COLUNISTA - Carlos R. Ticiano

Há os que titubeiam e se assustam facilmente diante de fatos e acontecimentos do dia a dia. Não se definem e não tomam uma postura, mesmo correndo o risco de serem chamados de
alienados. Vivem em cima do muro, com receio de penderem para um lado ou para o outro.
São taxados por todos como um verdadeiro Maria vai com as outras...

Há os que consideram se inteligentes, definindo com precisão as táticas e estratégias,
analisando e planejando a melhor forma de ataque. Colaboram com alguma entidade
filantrópica, voltada para o acolhimento de pessoas idosas e crianças. Que vestem roupas de
grife e trocam de carro todo ano, mas no fundo não passam de uma pessoa carente e
solitária...

Há os que percebem com antecedência os problemas, elaboram planos alternativos e colocam
em prática o plano (B) para resolvê-los. Expõe-se diante dos riscos que surgem na rotina diária
sem fraquejarem. Agem com rigor, tem sangue frio para conduzir a situação adversa, que se
apresentam a sua frente, colocando tudo no seu devido lugar...

Há os que controlam a emoção, são corajosos e não deixam transparecer em nenhum
momento, que estão com medo. Arregaçam as mangas e partem para o ataque sem hesitar.
Sua postura faz a diferença diante dos demais. Não ficam pensando se vale à pena comprar
uma briga, diante de uma injustiça social...

Há os que conseguem conciliar se no tocante as divergências, que surgem diariamente.
Valorizam a todos sem distinção de cor, raça, religião e opção sexual. Assumem rapidamente o
controle da situação, mesmo sabendo que tudo esta se ruindo ao seu redor. Reagem de forma
rápida, decisiva e precisa, para reverter o caos que está se instalando...

Há os que sabem o que faz, tem noção da confiança que as pessoas lhe depositam.
Desempenham um papel decisivo em casa, diante de sua família; no trabalho, diante dos
colegas; na comunidade, diante dos leigos. Não abusam do poder e da confiança que lhes
atribuem. São honestos, a ponto de procurarem pela pessoa que perdeu algo importante...

Há os que agem com humildade, sem valorizar o status que alcançou na vida. Aparentam ser
do tipo sério e inflexível, mas acatam as evidências apresentadas pelo interlocutor. Não se
assustam e nem tão pouco se abalam, diante dos acontecimentos. Assumem a linha de frente
e jamais fogem das dificuldades. A palavra fracasso, não faz parte do seu vocabulário...

Diante destas exposições de fatos que ocorrem diariamente, como você se define? Um
professor em PhD (título acadêmico de doutor) achando que não tem mais nada para aprender
ou apenas um eterno aluno em uma sala de aula?...

Carlos R. Ticiano
Carlos R. Ticiano
+ VEJA TAMBÉM