15 de Agosto de 2022
20º/30º
Notícias - Esporte

Fortaleza e a maratona de jogos do Futebol Brasileiro

Campeão da Copa do Nordeste e do Campeonato Cearense, o Fortaleza é um bom exemplo de como as equipes nacionais sofrem com as maratonas de jogos

Quem acompanha de perto a equipe do Fortaleza deve ter percebido que o clube têm sofrido com um problema recorrente de muitos outros times nacionais, o calendário de partidas. Apesar de demonstrar excelentes atuações na temporada até o momento e de já ter conquistado resultados importantes , o "Tricolor do Pici" enfrenta uma maratona de jogos que vem desequilibrando o elenco e os planos do técnico Vojvoda.

Foto: Karim Georges / Fortaleza EC


Desde o começo da temporada, o Fortaleza já entrou em campo por 5 competições diferentes. Foram confrontos disputados pelo Campeonato Cearense, pela Copa do Nordeste, pela Libertadores, pela Copa do Brasil e pelo Campeonato Brasileiro. Apesar de ser do agrado dos torcedores, tantas competições a serem disputadas trazem um desgaste acumulativo ao elenco, o que, por sua vez, pode gerar uma sequência não tão positiva de resultados.

Para se ter uma ideia do atual desafio que o clube nordestino enfrenta, basta pegar um recorte recente do calendário de jogos. Entre os dias 20 e 27 de abril, o "Tricolor" entrou em campo 4 vezes. Como resultado desse desgaste, o professor Vojvoda e seus jogadores têm sido muito questionados pelo desempenho no Campeonato Brasileiro, competição na qual ainda não somaram pontos.

O técnico e os jogadores já admitiram que os resultados conquistados na competição não são o esperado. No entanto, como sempre, é preciso olhar o quadro de maneira mais ampla.

Nesse mesmo período, o Fortaleza conquistou o título do Campeonato Cearense, seu segundo troféu no ano, o primeiro foi o da Copa do Nordeste, e balançou as redes adversárias nove vezes. Foram necessárias modificações no elenco e muita garra dentro de campo para suportar essa sequência de partidas. Com esse retrospecto, fica claro mais uma vez que é impossível manter um alto desempenho em uma sequência tão prolongada de jogos e que o calendário atual, ao invés de ajudar os clubes, está servindo para fadigá-los, impedindo que os atletas e comissão técnica performem em alto nível.

Devemos pensar sempre em maneiras para apoiar nosso clube e para fazer com que o futebol nacional cresça cada vez mais. Isso é feito tanto dentro dos estádios, com a torcida, quanto fora deles, exigindo uma organização adequada para os nossos atletas, e entendo que eles são, acima de tudo, humanos e não máquinas.

Fan Token

Outro campo no qual os times podem contar com a ajuda dos torcedores é o virtual. Os colecionadores e fãs de coração já podem adquirir para si os fan tokens dos maiores clubes do Brasil.

Considerado um token utilitário, o Fan Token é um ativo digital que representa a imagem de uma marca e que entrega diversos benefícios ao seu portador, como direito a voto e participação em ações de marketing. Além disso, parte do valor arrecadado na venda dos lotes é destinado à própria marca, o que traz retornos financeiros positivos para o seu time.

No futebol nacional, o próprio Fortaleza e a Seleção Brasileira são bons exemplos de marcas que aderiram ao uso desse ativo.

Sobre a Bitci
Fundada na Turquia, em 2018, a Bitci é uma plataforma de negociação de ativos digitais. Bitcoin, Ethereum e Criptomoedas, que garantem segurança e rapidez aos usuários durante o processo de transação.

A plataforma realiza cerca 1,2 bilhão de transações diárias e atua fornecendo soluções para o mercado, produzindo tokens para as marcas e clubes com a BitciChain.

A BitciChain, primeira rede blockchain integrada à bolsa de valores e plataforma de pagamento da Turquia, está sendo desenvolvida pela Bitci Teknoloji. A BitciChain é otimizada para fornecer a empresas e instituições a melhor adoção de blockchain.
Receba em primeira mao nossas noticias!
Participe de nossos grupos:
+ VEJA TAMBEM