29 de Novembro de 2022
20º/30º
Notícias - Local

Com chuva, moradores do Cervinho e outros bairros 'sentem na pele' a reprovação de projeto para asfaltar estrada rural

Projeto de R$ 7 milhões atenderia reivindicação antiga de moradores de diferentes bairros rurais

Com a chegada da chuva, menos de três meses da reprovação do projeto de lei 19/2022, moradores que utilizam a estrada ASS 070 - Assis/ Cervinho e da ASS 457 - "Amarílio Nogueira", 'sentem na pele' os prejuízos em não ter sido feita a pavimentação asfáltica em um trecho que faz acesso a diferentes bairros rurais.

AssisCity - Situação após a chuva - Foto: Divulgação
Situação após a chuva - Foto: Divulgação


O projeto previa um recurso do FINISA (Financiamento à Infraestrutura e ao Saneamento) no valor de R$ 7 milhões, mas, depois de duas horas de discussões polêmicas, foi rejeitado com voto de minerva do presidente da Câmara Municipal de Assis, Luiz Antonio Ramão.

Votação

Votaram contra o projeto os vereadores Alexandre Cachorrão, Fabinho Alerta Verbal, Fernando Sirchia, Gerson Alves, Jonas Campos, Vinícius Símili, Viviane Del Massa e o presidente Ramão no desempate. A favor dos projetos votaram Tenente Gênova, Douglas Azevedo, Pastor Edinho, Fernando Vieira, Carlinhos Zé Gotinha, Pastor Nivaldo e Rogério Nascimento.

TRANSTORNOS

Depois de dois dias intensos de chuva, nessa quinta-feira, 18, moradores ficaram impossibilitados de passarem na estrada e o secretário de Obras Fábio Nossack esteve no local e lamenta o ocorrido: "Infelizmente, um serviço que beneficiaria mais de 20 mil pessoas não pode ser realizado. A Prefeitura fez o que era possível, ou seja, um quilometro de asfalto, mas era preciso esse recurso para concluir o trecho. Agora a população sofre a consequência dessa atitude de votar contra o projeto e continua passando de forma precária no atoleiro".

O Portal AssisCity conversou com o agricultor e morador da Água do Pinheiro, um dos bairros rurais da região do Cervinho, Antônio Bernardino. "Os vereadores podiam ter nos ajudado, podiam ter trazido o desenvolvimento pra gente, eles não olharam para nós e agora em dias de chuva a situação só piora. Existem trechos entre o Cervinho e Assis que está intransitável, impossível de passar", desabafa.

Antônio ainda explicou que entrou em contato com o responsável pelas estradas de Assis, para que assim que o sol sair, pudessem dar uma atenção e verificar o que pode ser feito para melhorar. "Agora temos que esperar o sol para termos uma manutenção desses trechos, se chover 10 dias, ficaremos 10 dias sem sair de casa, e o transtorno é tanto para quem vai para o bairro quanto para a cidade", diz o agricultor.

AssisCity - A Prefeitura de Assis fez um quilômetro de asfalto com recursos próprios e caso o projeto de financiamento tivesse sido aprovado, ele continuaria - Foto: ArquivoAssisCity
A Prefeitura de Assis fez um quilômetro de asfalto com recursos próprios e caso o projeto de financiamento tivesse sido aprovado, ele continuaria - Foto: ArquivoAssisCity


Se a situação é difícil para quem tem carro, para os moradores que utilizam moto para irem trabalhar na cidade sofrem ainda mais com a situação. "Quem sobe, sentido Assis, corre o risco de atolar. Quem usa moto então, sem condições, quase impossível, o que é muito triste, pois muitos deles depende apenas desse meio para se locomover", finaliza o agricultor.

AssisCity -
"Os carros correm risco de ficarem atolados", diz agricultor - Foto: Divulgação


Um outro morador, desta vez do Cervinho, também contou ao AssisCity sobre a dificuldade que encontra todos os dias para ir trabalhar. "Eu trabalho em Assis, vou e volto todos os dias, as estradas estão bem ruins. Nós até chegamos onde queremos chegar, mas com muita dificuldade e muito risco de atolar", conta.

AssisCity - Estrada que vai para o Esmeralda - Foto: Arquivo AssisCity
Estrada que vai para o Esmeralda - Foto: Arquivo AssisCity


Veja o vídeo


Redação AssisCity
Receba em primeira mao nossas noticias!
Participe de nossos grupos:
+ NOTÍCIAS RELACIONADAS
+ VEJA TAMBEM