17 de Setembro de 2021
20º/30º
Notícias - Local

Produtores de Assis e região aderem ao Protocolo de Transição Agroecológico do Estado de São Paulo

A ideia do protocolo é estimular a adoção de práticas agrícolas sustentáveis, por meio do uso sustentável dos recursos naturais; e incrementar a produção, a oferta e o consumo de alimentos saudáveis

Desde abril de 2021, produtores associados à APROA (Associação dos Produtores Orgânicos de Assis e região) iniciaram a implantação do protocolo de boas práticas agroambientais da transição agroecológica das Secretarias Estaduais de Meio Ambiente (SMA) e de Agricultura e Abastecimento (SAA), da Associação de Agricultura Orgânica (AAO) e do Instituto Kairós, que atesta a transição dos agricultores de sistemas convencionais para sistemas agroecológicos de produção.

Isso significa que a partir daí os agricultores estarão no caminho para se tornarem orgânicos e que poderão fornecer alimentos saudáveis a iniciativas que incentivam esse tipo de produção.

O grupo é resultado do Projeto Orgânicos Assis, que teve início no primeiro curso de Olericultura Orgânica, realizado pelo Senar em 2019, em parceria do Sindicato Rural de Assis e Prefeitura Municipal de Assis. "A partir do curso, formamos um grupo de interessados na forma de cultivo orgânico e formalizamos nossa associação. Desde então, procuramos parcerias com o poder público municipal e estadual, com as organizações do sistema S - Senar e Sebrae - para trazer conhecimento através dos cursos de capacitação e consultorias" cometa Júlio Rosa, presidente da Aproa. Para ele, com o Protocolo o agricultor agroecológico será reconhecido oficialmente pelo estado, assim como será uma garantia aos consumidores. Além disso, os produtores terão mudanças significativas no seu dia a dia, como o acesso a novas tecnologias, parcerias nos negócios, mas principalmente assistência técnica na sua produção, incentivando o lado empreendedor e promovendo a alimentação saudável e a proteção ao meio ambiente.

Divulgação - Produtores de Assis e região aderem ao Protocolo de Transição Agroecológico do Estado de São Paulo
Produtores de Assis e região aderem ao Protocolo de Transição Agroecológico do Estado de São Paulo


A primeira etapa do processo da Transição agroecológica foi concluída nesta semana com as visitas dos Técnicos da CDRS - Coordenadoria de Desenvolvimento Regional e Sustentável da regional de Assis - nas propriedades aderentes ao Protocolo. O Diretor Técnico do Escritório de Desenvolvimento Rural de Assis - CDRS, Zootecnista Rodrigo Luis Lemes, comenta que nos dias atuais, em que a população está cada vez mais preocupada com os hábitos alimentares e uma alimentação saudável, a produção agroecológica e com sustentabilidade vem para suprir mais essa demanda da sociedade. "É inspirador para a Secretaria de Agricultura e Abastecimento atuar junto aos produtores que fazem parte do projeto de transição agroecológica", acrescenta.

Essa organização, por meio da associação, reflete muito o que é a Transição Agroecológica, na opinião da Coordenadora da Comissão Técnica de Orgânicos da CDRS/SAA, Araci Kamiyama, Gestora do Protocolo de Transição Agroecológico no Estado de SP. "Não é uma coisa que acontece do dia para a noite, mas sim um processo que a Aproa está fazendo muito bem. É muito bacana essa liderança de puxar, fechar com os apoios de circuito curto, a Feira Agroecológica de Assis, as vendas das cestas agroecológicas, a política municipal de agroecologia e produção orgânica e de pensar nas compras públicas. A transição não é simplesmente o produtor que entra, é importante toda essa rede de cooperação de ações que a Aproa faz muito bem", elogia Kamiyama.
Divulgação
Receba em primeira mao nossas noticias!
Participe de nossos grupos:
+ VEJA TAMBEM