05 de Junho de 2020
12º/25º
NOTÍCIAS » SAÚDE

Médico de Assis responde: máscaras de pano são tão eficazes quanto as máscaras cirúrgicas descartáveis?

Doutor Eduardo Badin atende na ESF do Jardim Eldorado

A máscara foi um dos primeiros itens a entrar no radar de quem quer evitar o Coronavírus. Em algumas cidades, inclusive em Assis, a procura chegou a zerar estoques de farmácias e empresas.

Mas especialistas e a Organização Mundial da Saúde (OMS) alertam que a máscara deve ser usada especialmente por pessoas infectadas, profissionais da saúde ou pessoas que estão cuidando de doentes.

O médico Eduardo Barhum Badin, que atende na ESF do Jardim Eldorado, em Assis, respondeu algumas perguntas sobre o assunto, inclusive se as máscaras de pano são tão eficazes quanto as máscaras cirúrgicas.

"Ainda não há evidências de que as máscaras protegem as pessoas saudáveis do vírus, assim como se acessórios, como lenços, não são recomendados para este fim", afirma.

Divulgação - Doutor Eduardo Barhum Badin atende na ESF do Jardim Eldorado, em Assis
Doutor Eduardo Barhum Badin atende na ESF do Jardim Eldorado, em Assis


Segundo o doutor, as pessoas infectadas devem usar as máscaras e descartá-las sempre que estiverem úmidas. Além disso, a máscara de pano pode até funcionar como barreira, mas não é ideal.

"As máscaras de tecido sublinham uma falsa sensação de segurança, mas o pano dela não é impermeável. Ele vai ficar úmido e o vírus vai passar", salienta.

Badin ressalta que o mais importante para evitar a contaminação e a disseminação desse novo vírus é o isolamento de casos suspeitos.

"É imprescindível que as pessoas façam a lavagem das mãos com água e sabão por pelo menos 20 segundos e evitem tocar as mãos nos olhos e na boca. Essa medida deve ser tomada por toda a população, que deve manter o isolamento social para evitar a propagação do vírus", finaliza.

Divulgação - Máscaras de pano não são impermeáveis e podem passar falsa sensação de segurança
Máscaras de pano não são impermeáveis e podem passar falsa sensação de segurança


Redação AssisCity/ Fotos: Divulgação
+ VEJA TAMBÉM