19 de Dezembro de 2018
17º/30º
NOTÍCIAS » ESPORTE

Futsal de Assis perde para São Carlos em jogo bastante conturbado

Placar foi finalizado em 5x2 para a equipe adversária

A equipe do Assis Futsal, comandada pelo técnico Neto, fez seu quarto jogo valendo vaga para as semifinais dos Jogos Abertos no sábado, 17, contra a equipe de São Carlos no ginásio Municipal de Esportes Milton Olaio Filho.

Assis abriu o placar logo no início do jogo e comandou a partida durante o primeiro tempo, que foi bastante equilibrado e com marcações precisas de ambos os times. Bem no início do primeiro tempo Assis aproveitou a chance e fez 1 a 0.

No segundo período, Assis continuou a marcação e aproveitou uma falha da defesa marcando 2 a 0. Os gols foram marcados pelos jogadores Tiago e Matielo. Faltando 8 minutos para o fim da partida, uma confusão generalizada do camisa 7 da equipe de São Carlos envolvendo o goleiro reserva de Assis acabou na expulsão dos dois jogadores.

A partida demorou para reiniciar enquanto a Guarda Municipal não chegasse, uma vez que um membro da comissão técnica de São Carlos ameaçou o goleiro expulso Vinícius já dentro dos vestiários, gerando um tumulto.

A partir daí, a equipe assisense ficou desestabilizada com a confusão e com 5 faltas. A equipe cometeu até a 7ª falta e São Carlos empatou a partida. Com o goleiro linha Fininho, a equipe assisense tentou reverter o placar, mas não conseguiu. A equipe de São Carlos aproveitou e fez 5 a 2 para finalizar o placar.

Assis estava com o domínio da partida e teria a vitória para chegar nas semifinais se não fosse todos os "improváveis” acontecimentos na partida.

Indignação

"Dentro da casa do adversário é impossível o torcedor de outras equipes ficar à vontade com tantas ameaças e ofensas, com palavras rudes e maldosas. Precisou a Guarda Municipal escoltar os torcedores de Assis, uma vez que um torcedor de São Carlos ameaçou com uma arma na cintura todos os torcedores presentes no jogo, além do goleiro Vinícius, que também foi escoltado para fora do Ginásio antes do fim da partida. Fica aqui nossa indignação pela falta de ética e segurança dentro do Ginásio de São Carlos", afirma a equipe.


Equipe de Futsal de Assis

Divulgação SEMEA
+ VEJA TAMBÉM