19 de Junho de 2019
17º/30º
NOTÍCIAS » LOCAL

Avó é flagrada com dinheiro escondido no sutiã durante revista na Penitenciária de Assis

A mulher alegou que havia esquecido as cédulas na peça íntima

No último final de semana do ano de 2018, dias 29 e 30 de dezembro, estabelecimentos prisionais subordinados a Coordenadoria de Unidades Prisionais da Região Oeste do Estado (Croeste) registraram tentativas frustradas de inserção de objetos ilícitos nos presídios e que foram barrados durante os procedimentos de revista.

Na Penitenciária de Assis, a avó de um sentenciado tentou entrar na unidade prisional portando cédulas que somavam R$ 40,00 enroladas em dois lenços e guardadas no sutiã. Assim que os agentes descobriam o dinheiro durante os procedimentos de revista, a mulher alegou que havia esquecido o valor na peça íntima, mas foi suspensa do rol de visitas e impedida de entrar.

Já na Penitenciária de Florínea, durante o horário de saída dos visitantes de sentenciados foi constatado que uma mulher encontrava-se com óculos diferentes do qual ela havia entrado na unidade. Ficou constatado que ela havia trocado os óculos com os do companheiro preso e, por isso, foi suspensa do rol de visitas.

Na Penitenciária de Pracinha, no momento da revista corporal na visitante, que é companheira de um sentenciado da unidade, agentes lograram êxito em apreender erva semelhante à maconha escondida no forro da calcinha da mulher, a qual foi suspensa do rol de visitas e encaminhada para providências policiais.

Na Penitenciária "ASP. Paulo Guimarães” de Lavínia (PIII), a visitante de um sentenciado foi surpreendida tentando entrar no ambiente carcerário da unidade com 113 cigarros, sendo que nove deles estavam preenchidos com substância esverdeada com odor e características do entorpecente maconha. A descoberta ocorreu durante revista nos pertences da mulher, a qual foi suspensa do rol de visitas, enquanto o sentenciado foi isolado preventivamente em cela disciplinar.

Vale lembrar que os visitantes flagrados são excluídos do rol de visitas e levados à Delegacia de Polícia Civil mais próxima, sem prejuízo de responderem na esfera criminal. Também é instaurado Procedimento Disciplinar para apurar a cumplicidade dos presos que receberiam os materiais podendo, ainda, ser instaurados Procedimentos de Apuração Preliminar para apurar supostas responsabilidades funcionais.


Cédulas somavam R$ 40,00 estavam enroladas em dois lenços e guardadas no sutiã da avó de sentenciado de Assis


Mulher trocou os óculos com o companheiro preso e foi banida do rol de visitas em Florínea


Maconha estava escondida no forro da calcinha de mulher em Pracinha


113 cigarros foram encontrados, sendo que nove deles estavam preenchidos com maconha


Divulgação SAP
+ VEJA TAMBÉM