20 de Setembro de 2019
17º/30º
NOTÍCIAS » LOCAL

Banca da Catedral perde briga judicial e encerrará atividades na próxima semana

Juíza da 1ª Vara Cívil de Assis concedeu o cumprimento provisório de sentença para reintegração de posse

A Banca da Catedral irá encerrar suas atividades na próxima semana, em Assis. A informação foi confirmada nesta segunda-feira, 19 de agosto, devido à falta de acordo entre a igreja e o proprietário Marcelo Souza Paes.

"Nós estávamos aguardando algum acordo entre as partes e o recurso da ação estava tramitando em Brasília. Porém, a juíza da 1ª Vara Cívil de Assis concedeu o cumprimento provisório de sentença, que nos obriga a sair do local no prazo de 60 dias. Esse prazo se encerra na última semana de agosto e depois disso iremos sair da Catedral”, afirma Marcelo.

Segundo o proprietário, a ação segue correndo em Brasília, mas sem previsão de que seja analisada.

"Nosso recurso pedia para a juíza aguardar o trânsito julgado, mas ela optou por não aguardar. Nós vamos ter que cumprir a ordem judicial e fecharemos a banca. É inviável para nós montá-la em outro lugar, porque ela é chumbada no chão e não é removível, além dos gastos que teríamos”, salienta.

Apesar da tristeza, Marcelo faz questão de agradecer a todos que prestaram seu apoio para que a Banca da Catedral fosse mantida.

"Eu agradeço o apoio da população, das mídias e de todos que estiveram com a gente nesses mais de 40 anos de trabalho. Ainda não sabemos o que faremos depois disso, pois acreditávamos em um acordo. A população se comoveu, mas infelizmente não foi o suficiente para chegarmos em um ponto comum. Obrigado a todos”, finaliza.

Confira o vídeo gravado por Marcelo contando a história do estabelecimento:



AssisCity - Banca da Catedral e igreja não entraram em um acordo sobre a utilização do espaço e proprietários terão que cumprir ordem judicial
Banca da Catedral e igreja não entraram em um acordo sobre a utilização do espaço e proprietários terão que cumprir ordem judicial


Leia também: Banca da Catedral pode ser fechada devido à falta de acordo entre igreja e proprietário

Redação AssisCity/ Foto: AssisCity
+ VEJA TAMBÉM