25 de Novembro de 2020
20º/30º
ENTRETENIMENTO » COLUNISTAS

Ubu Rei escrita Peça teatral por ALFRED Jarry ( 1863- 1907)

COLUNISTA - Elda Cecilia Bolfarini Jabur

Utilizarei alguns comentários do excelente articulista do Estadão, Sérgio Augusto e outras fontes. Com seus escritos, o autor expressa o movimento de revolta contra a civilização européia, a partir do sec. XIX. O personagem criado pelo poeta e dramaturgo francês, é , mais do que nunca, a caricatura de nossos governantes. Passou a ser considerado modelo de irracionalidade.

Disse SERGIO (18- 10) "TRUMP EMULA CRIAÇÃO DO SURREALISTA JARRY"
"O pior insulto é não saber que fomos xingados". Mas afirmou "Quantos livros Trump deve ter lido na vida". Reafirma: "Ubu Rei da Casa Branca... não deve saber quem foi". O personagem símbolo de Jarry, "foi um paradigma da ambição desmedida e do despotismo mais despudorado e cruel". Temos ouvido suas estapafúrdias falas sobre as eleições. Lá, o voto sempre foi feito via correio. Ele está interferindo nos correios e diz que não vai aceitar o resultado da eleição se não for eleito. Eis como surge mais um déspota.

Sergio Augusto o denomina..."o bugre da Casa Branca".

Diz que ele possui um círculo de artesãos e reflete a "indiferença pelo outro”, com seu comportamento pandêmico”. Em todas as suas aparições, e no único debate a que assistimos, vemos seus seguidores aparecerem, como que seguindo um esquife, em fileira, todos loiros, impecáveis, vestidos de grife, representantes máximos da raça pura, ariana, aquela a que Hitler se referia. Sua mulher parece uma boneca, manipulada, como fantoche, assim como filhas e filhos.

No jornal, a caricatura de Trump, com uma coroa inglesa, nos diz muito. Para mim, muitos imbecilizados, como súditos, servos e escravos de todos os tempos. Podemos verificar que no Brasil, varias pecas teatrais já foram encenadas, inspiradas nesse personagem , "Ubu Rei", pelos melhores artistas. Com Marco Nanini, um maravilhoso espetáculo.

Ele grita em cena "Um déspota, matemos o rei, todos os déspotas". "Eu não quero saber de mais nada. Os Ubus não tem partido".

Pela primeira vez, é gritada por Nanini a palavra "merda, merda, merda no que pensa?".

Afirma: "...O cotidiano é uma vida medíocre".

Que frase mais verdadeira, nos remete aos nossos atos, despidos de qualquer significado.

Destaque: Cacá Rosset-1990

Num palco, na praça da República

REI DO Brasil O Lança Ubu governador

E PAI ubu, COM PORCOLINO E XOXOLINO

Grande sátira de nossa política. Gritava, fantasiado na praça.

O povo tá passando fome

TEM QUE COMER CARNE, VERDURA, MASSA

Falou da reforma agrária

Cada um recebeu um saquinho de terra, simbólico

E pedaços de pão duro

O centro de S. P. parou pra ver o REI

Dizia " O pai Ubu, garante ter sangue azul

Cacá Rosset e sua corte

Uma grande palhaçada

Contra a monarquia

E outros dizeres, atualíssimos

Quem ainda acredita sangue azul em?

COM CERTEZA, MUITOS, COMO O TRUMP E SUA CORTE
Divulgação
Elda Jabur
é professora de História formada peLa Unesp de Assis. Trabalhou no Sesi e no Estado até aposentar-se. Há muito tempo dedica-se a escrever para jornais, faz óleo sobre tela e pertence à Ordem Rosacruz - AMORC há mais de 30 anos. Reside na Cidade de Cândido Mota/SP.
+ VEJA TAMBÉM