14 de Agosto de 2020
20º/30º
NOTÍCIAS » EDUCAÇÃO

Unicamp reabre prazo para pedidos de isenção da taxa de inscrição do vestibular

Novo prazo definido pela universidade é no dia 31 de julho. Solicitação pode ser feita pelo site da comissão organizadora.

A Unicamp reabriu, na manhã desta quarta-feira (22), o prazo para pedidos de isenção do valor da inscrição do Vestibular 2021. A solicitação acontece exclusivamente pela internet no site da comissão organizadora. A previsão é de que até o dia 31 de julho, nova data limite, a instituição receba de 10 a 12 mil solicitações.

O prazo, que havia sido encerrado no dia 8 de julho, foi reaberto por conta da decisão da instituição de transferir 639 vagas de seleção via Enem para o processo tradicional do vestibular, anunciada nesta quarta.

Segundo o diretor da Comissão Permanente Para os Vestibulares, José Alves de Freitas Neto, a decisão foi para que os alunos enquadrados na modalidade também tenham a oportunidade de pedir a isenção. Um novo edital, com as mesmas regras, precisou ser elaborado.

A inscrição do Vestibular 2021 da Unicamp, com prazo de 30 de julho até 8 de setembro, tem valor de R$ 170. Alunos de todo o país podem pedir o benefício.

Veja as modalidades disponíveis:

Modalidade 1: candidatos de famílias de baixa renda (até um salário mínimo e meio bruto mensal por morador do domicílio).

Modalidade 2: funcionários da Unicamp/Funcamp

Modalidade 3: para aqueles que se candidatarem aos seguintes cursos noturnos de Licenciatura ou Tecnologia (Licenciaturas em: Ciências Biológicas, Física, Letras, Licenciatura Integrada Química/Física, Matemática e Pedagogia. Tecnologia em: Análise e Desenvolvimento de Sistemas e em Saneamento Ambiental).

Pré-requisitos: ter cursado o ensino médio integralmente em instituições da rede pública de educação (não se aplica à modalidade 3) e já ter concluído ou concluir em 2020 o ensino médio.

Nesta edição, são oferecidas 6.680 isenções na modalidade 1; e número ilimitado nas modalidades 2 e 3.

Documentação

Considerando o contexto da pandemia do novo coronavírus, a Comvest flexibilizou alguns procedimentos para o pleno atendimento dos estudantes das escolas públicas no Programa de Isenção da Taxa de Inscrição para o ingresso em 2021.

Os candidatos matriculados na rede pública do estado de São Paulo poderão emitir o histórico escolar e converter em formato "pdf" pelo site da Secretaria Estadual de Educação.

Já os candidatos de escola pública de outros estados podem anexar a declaração de que são estudantes da rede pública durante todo o ensino médio, conforme modelo na página.

A comissão afirma que os candidatos devem, ainda, juntar o documento oficial (histórico escolar ou declaração) com inscrição no vestibular Unicamp ou no Enem-Unicamp.

Além disso, na modalidade 1, que exige comprovação de renda, a Comvest irá aceitar o cadastro no CadÚnico do Governo Federal, para que os candidatos não precisem anexar a documentação exigida.

Data das provas

No início de julho, a Unicamp definiu novas datas para a realização do Vestibular de 2021 por causa das mudanças provocadas pelo coronavírus. A 1ª fase, inicialmente marcada para novembro, será realizada nos dias 6 e 7 de janeiro, enquanto que a 2ª está marcada para os dias 7 e 8 de fevereiro.

Ao contrário de anos anteriores, a 1ª fase do vestibular será realizada em dois dias para evitar aglomeração de candidatos. A divisão depende do curso escolhido pelo estudante:

06/01: cursos do segmento de ciências humanas/artes e de exatas/tecnológicas
07/01: cursos das áreas de ciências biológicas/saúde

G1
+ VEJA TAMBÉM