12 de Maio de 2021
20º/30º
Notícias - Local

Funcionários da COOCASSIS são prejudicados pela coleta de autônomos

Cooperativa propõe entrar em consenso e acolher catadores individuais

Responsável pela conscientização da população assisense em relação à separação do lixo orgânico e reciclável e também pela coleta, há mais de dez anos, a COOCASSIS tem sido uma das principais áreas de atuação durante a pandemia, por seus funcionários serem considerados trabalhadores essenciais.

Desde março de 2020, os coletores da COOCASSIS têm tido dificuldades na realização de seus trabalhos devido ao aumento do número de profissionais que atuam por conta própria.

Segundo a diretora presidente da cooperativa, Sandra Carvalho, em conversa com a reportagem do Portal AssisCity, ela afirmou que o fato deles realizarem seus trabalhos no mesmo dia em que a coleta passa e retirarem os objetos de maior valor dos lixos, atrapalha a rotina e rendimento dos cooperados. Porém, ela afirma que concorda em agregar esses trabalhadores.

"Não queremos que essas pessoas parem de trabalhar, até pelo motivo de ser o sustento deles, mas sim que em caso de possibilidade, que façam em dias que a coleta não passa. Ou então, pedimos que eles enviem seus currículos e demonstrem interesse em fazerem parte de nossa equipe", afirma Sandra.

A diretora presidente também falou sobre o fato de que devido à abertura de lixos que alguns profissionais individuais fazem e com a vinda de animais de rua, o local fica com muita sujeira e a cooperativa sofre diversos problemas com os moradores por algo feito por terceiros.

"Muitos moradores ligam bravos com nossos profissionais, pois falam que a rua está suja e temos que explicar toda essa situação. Nossos catadores são instruídos sobre a maneira correta de recolher os materiais", diz Sandra, que atualmente cuida de um quadro de 114 profissionais que se arriscam diariamente e desses, apenas 10 tiveram a COVID-19 e nenhum óbito foi registrado durante toda a pandemia.

Por fim, Sandra agradece as secretarias municipais, os moradores e todos que apoiam esse trabalho e pede para que as pessoas também apoiem a coleta para que os salários não sejam prejudicados.

"Temos 100% de controle na cidade, porém, menos de 75% de adesão da população. Com esses problemas, os números caem e com isso nosso quadro de funcionários vai precisar ser reduzido, bem como os salários. Meu apelo é que a população abrace ainda mais nosso trabalho, que é integro e muito importante para vários setores da humanidade", finaliza a diretora presidenta da COOCASSIS.
Redação AssisCity
Receba em primeira mao nossas noticias!
Participe de nossos grupos:
+ VEJA TAMBEM