29 de Janeiro de 2023
20º/30º
Notícias - Local

Produtos de empresa de Assis apreendidos durante operação são devolvidos após investigação

Ela era investigada desde setembro desse ano e apesar de não ter sido divulgado seu nome, emitiu uma nota de esclarecimento após legalidade ser confirmada

A empresa GGM&LC - Agricultura de Precisão de Assis, que estava em investigação por envolvimento no 'mercado negro' de produtos adquiridos por meios criminosos e reinseridos no mercado formal, comprovou não fazer parte do movimento criminoso e teve todos seus produtos apreendidos devolvidos pela polícia do Mato Grosso.

Ela era investigada desde setembro desse ano, quando a Polícia Civil, por intermédio da Delegacia de Repressão aos Crimes de Fronteira-DEFRON e Delegacia Especializada de Combate a Crimes Rurais e Abigeato/DELEAGRO, deflagrou a operação "Lagarto Elasmo". O nome da operação diz respeito à praga agrícola que pode causar consideráveis perdas de produtividade nas safras.

Divulgação - Além dos equipamentos inspecionados, também fiscalizaram toda da documentação referente aos produtos e a loja - Foto: Divulgação
Além dos equipamentos inspecionados, também fiscalizaram toda da documentação referente aos produtos e a loja - Foto: Divulgação


Na mesma operação foram cumpridos outros 7 mandados visando à localização de eletrônicos, documentos e tentativa de recuperar itens furtados que estivessem na posse dos indivíduos identificados como os mais ativos negociadores deste mercado.

Divulgação - Alguns equipamentos recolhidos na época - Foto: Divulgação
Alguns equipamentos recolhidos na época - Foto: Divulgação

Divulgação - A investigação se deu por intermédio da DEFRON e DELEAGRO - Foto: Divulgação
A investigação se deu por intermédio da DEFRON e DELEAGRO - Foto: Divulgação


A empresa GGM&LC - Agricultura de Precisão de Assis, apesar de não ter sido divulgado seu nome, emitiu uma nota de esclarecimento.

Confira a nota:

"Após 45 dias de investigação, a conclusão foi que em nossa empresa, nada de ilegal foi encontrado em nossos produtos e documentos. Esclarecemos aos nossos clientes e à sociedade, que tivemos todos os nossos produtos devolvidos em mãos pela própria polícia do Mato Grosso".

Divulgação - Após 45 dias a loja recebeu a autorização da polícia para retirada dos equipamentos - Foto: Divulgação
Após 45 dias a loja recebeu a autorização da polícia para retirada dos equipamentos - Foto: Divulgação

Redação AssisCity
Receba em primeira mao nossas noticias!
Participe de nossos grupos:
+ VEJA TAMBEM